Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Audiência pública vai debater infraestrutura e segurança das pontes do Rio Paraguai

03 março 2017 - 16h35Por Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Corumbá

A Câmara Municipal de Vereadores de Corumbá realiza no dia 22 de março, uma audiência pública para tratar das questões relacionadas à infraestrutura e segurança das pontes sobre o Rio Paraguai. O evento está sendo organizado pelo vereador Domingos Albaneze (PV) que está convidando autoridades ligadas ao setor, possibilitando assim discutir as situações das pontes na região do Morrinho (rodoviária) e de Porto Esperança (ferroviária), bem como da ponte existente na área urbana de Corumbá, a captação de água bruta.

“Já estamos mantendo contatos com todas as autoridades ligadas aos setores competentes para que possamos debater este assunto, buscando soluções para os problemas já existentes, bem como prevenir futuros desastres que possam causar sérios transtornos à população pantaneira”, destacou Albaneze.

A audiência contará com as presenças de vereadores além de representantes da Marinha do Brasil, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/MS), secretarias de Meio Ambiente e Infraestrutura, prefeituras de Corumbá e Ladário, armadores, além de deputados estaduais e federais.

“Anos atrás, um acidente causou sérios problemas à estrutura da ponte sobre o Rio Paraguai, na região do Morrinho. Desde então há necessidade de reconstruir o dolfin, um dispositivo de segurança que protege os pilares de colisões. Até hoje esta obra de extrema necessidade não foi executada e, mais recente, uma barcaça colidiu diretamente com os pilares, causando sérios danos e até interditando a ponte. Por isso temos que discutir este assunto com as autoridades competentes para reconstruir o dolfin e executar outras obras necessárias”, resumiu.

Domingos recorda que em 2012, a Mineradora Vale elaborou um projeto e as empresas que atuam no setor de transporte fluvial iriam executar a obra necessária (reconstruir o dolfin). Isto não ocorreu em virtude da crise econômica brasileira. “Vamos tratar com os nossos governantes, buscar viabilizar recursos, para executar este projeto”, observou.

Captação

Já em relação à ponte localizada na área urbana, a captação de água bruta do Rio Paraguai, o vereador ressalta que há necessidade de promover uma ampla discussão em torno de um projeto, executar as obras necessárias, para evitar desastres, já que os empurradores que fazem transporte de cargas da Bolívia, utilizam este trecho.

“Temos que pensar em buscar soluções antes que aconteça um acidente grave, o que poderia interromper a captação de água bruta, deixando toda a cidade sem água potável”, comentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contas públicas podem ter déficit de R$ 871 bilhões este ano
Cão fica preso em buraco e é resgatado pelos bombeiros em Corumbá
Em agosto, venda na indústria paulista foi 3,9% maior que em fevereiro
Casos de coranavírus disparam em penitenciária da fronteira
Força-tarefa vai restaurar Palácio do Itamaraty no Rio
Depois de quase um mês estável, taxa de letalidade volta a aumentar em MS
Governo anuncia Renda Cidadã, com recursos de precatórios e do Fundeb
Para impedir avanço do fogo, Operação Pantanal II adota nova estratégia
51 prefeitos de Mato Grosso do Sul disputam a reeleição em 2020
'Lula' e 'Bolsonaro' disputam vagas para vereador em todo Brasil