Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Apa Baia Negra recebe AciSo durante Operação Ágata 11

15 junho 2016 - 16h33

Centenas de pessoas são esperadas pela Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, a Força Aérea Brasileira e Prefeitura de Ladário para a Ação Cívico Social que será realizada no dia 18 de junho, das 9 horas às 16 horas na Apa Baia Negra, próximo as imediações da Pousada LeviTur.

Os atendimentos médicos e hospitalares acontecerão no Navio da Marinha de Assistência Hospitalar Tenente Maximiano e na embarcação do Exército, Forte Coimbra.

Atendimentos médicos, como consultas com pediatras e clínicos gerais, palestras odontológicas, escovação e aplicação de flúor, entrega de medicamentos mediante receitas médicas, bem como palestras sobre orientações de prevenção à doenças sexualmente transmissíveis, aferição de pressão arterial e teste de glicemia, integrarão os serviços clínicos.

Para participar do Aciso o morador precisa estar munido de documentos pessoais. As consultas serão disponibilizadas à toda população ladarense. No intuito de proporcionar comodidade também serão oferecidos translados da cidade até o local do evento.

A operação trabalha em coordenação com órgãos de segurança pública da esfera federal. Órgãos de segurança pública estaduais, municipais e civis também cooperam. A operação faz parte do cumprimento do Plano Estratégico de Fronteiras do Ministério da Defesa e tem como objetivo reduzir as ações do crime organizado e práticas ilícitas nas regiões da faixa de fronteira. 

 

Fonte: 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Renda Cidadã: Bolsonaro nega desejar reeleição e diz estar aberto a sugestões
PF detém secretários de Barbalho por suspeita de desvios na Saúde
Homem morre durante visita a academia no Aero Rancho
Ipea: renda dos mais pobres foi 32% maior que o habitual em agosto
Corpo é encontrado às margens da MS-160
Combate às queimadas no Pantanal ganha reforço de 120 brigadistas e bombeiros
Familiares de gêmeos mortos com 13 tiros são ouvidos e polícia procura por assassinos
Em Coronel Sapucaia, obras de recapeamento vão custar R$ 2,2 milhões
Com ressalvas, deputados aprovam mudanças no plano de aplicação dos recursos do Fundersul
Fogo se alastra em reserva no Pantanal, moradora corre e consegue salvar galinhas