Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Aos 16 anos, campo-grandense concorre prêmio de R$20 mil com vídeo que fez no celular

13 novembro 2019 - 15h45Por MidiaMax

O jovem Wesley, de apenas 16 anos e residente do bairro Jardim Tarumã em Campo Grande, disputa o prêmio do concurso #AmorPeloBrasil, promovido pelo Ministério da Cidadania & Secretaria do Audiovisual. Para concorrer, o adolescente produziu um mini documentário a respeito da Gibiteca, projeto de renome nacional e que incita leitura levando livros e gibis às comunidades.

Em entrevista ao Jornal Midiamax, o jovem conta que começou a produzir e editar vídeos desde muito novo. Quando tinha entre 9 e 10 anos, tirava fotos e gravava vídeos com uma pequena câmera digital fazendo palhaçadas e depois, com um computador da época, brincava de editar no Windows Movie Maker do Windows XP, já que não tinha acesso a internet.

“Foi brincando que eu descobri que gostava de produzir. Comecei a assistir bastante filmes e vídeos que tinham edição e fui tomando mais gosto pela coisa. Eu comecei um canal no YouTube com meus amigos e também editava os vídeos de um canal que meus irmãos tinham. Meu sonho é abrir minha própria produtora de Audiovisual e outras mídias”, conta o estudante.

Inspiração

Aos 16 anos, adolescente concorre a prêmio de até R$20 mil com vídeo feito pelo celularWesley, abaixo e ao centro, recebeu o prêmio de 2º lugar no concurso de vídeo “Respeito Dá o Tom” (Foto: Arquivo Pessoal)

Em 2018, sua professora da escola Manoel Bonifácio Nunes da Cunha do bairro Jardim Tarumã o incentivou a participar do concurso de vídeo “Respeito Dá o Tom”, garantindo o 2º lugar.

Em setembro de 2019, a namorada do adolescente o marcou em um post do concurso #AmorPeloBrasil, cuja proposta é incentivar jovens de 12 a 18 anos a produzir vídeos falando sobre uma pessoa ou projeto que influencia e inspira a comunidade em que vivem. Wesley se animou mas o processo de criação não foi fácil no início.

“Fiquei muito perdido pois não sabia com quem eu faria esse vídeo e foi aí que eu lembrei de Ronilço Guerreiro, que foi fazer uma palestra em minha escola. Fui no site dele saber como entrar em contato com ele, mandei mensagem explicando e logo ele cedeu seu número para que eu pudesse explicar e não deu outra. Ele aceitou, marcamos o dia e fui até a Gibiteca gravar o vídeo”, explica Wesley.

O jovem conheceu o criador da Gibiteca, Ronilço Guerreiro, depois de uma palestra ministrada na escola. Wesley conta que achou o projeto incrível e que nunca havia visto nada parecido, além de achar o tema perfeito para o concurso por abranger todas as idades para o incentivo a leitura, tanto nos gibis até os livros mais sérios.

Aos 16 anos, adolescente concorre a prêmio de até R$20 mil com vídeo feito pelo celularWesley Maik Souza da Silva fez vídeo contando mais sobre Ronilço Guerreiro e a Gibiteca de Campo Grande e busca prêmio de R$20 mil

“A Gibiteca é um lugar surreal, cheio de quadrinhos, livros e muita coisa que eu amo bastante, e o projeto dele é um dos que mais influenciam no incentivo a leitura aqui em Campo Grande – MS. Vi que ele seria o cara certo para que eu pudesse fazer meu vídeo e seus projetos definem bem o tema do concurso! Ele se esforça muito e tem muito amor aos seus projetos, ele é Guerreiro!”, conta o adolescente.

Como funciona o concurso?

Para participar, o jovem estudante teve que gravar e editar um vídeo sobre uma pessoa influente em sua comunidade e que inspire a cidadania utilizando apenas o smartphone. A duração deveria ser de até 2 min e o produto final postado em uma plataforma digital livre e gratuita com a hashtag #AmorPeloBrasil.

O intuito do concurso é estimular jovens e adolescentes à criatividade despertando seus conhecimentos de audiovisual. Os vídeos mais visualizados nas redes sociais são escolhidos para a próxima fase. Os prêmios vão de R$3 mil a R$20 mil, em duas etapas: regional, para escolher os melhores de cada estado do Brasil, e nacional.

Na primeira etapa, os 12 primeiros participantes de cada estado ganham R$3 mil, e na segunda etapa, 1 participante de cada estado é convidado para concorrer aos 27 prêmios em Brasília – DF. O 1° lugar, vence o grande prêmio de R$20 mil reais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresa vence licitação de R$ 1,6 milhão para reforma do Detran em Dourados
Padre que atendeu feminicida antes de morte na igreja pede às pessoas para ‘se abrirem’
Polícia investiga PMs por denúncia de agressão à mulher negra em SP
Coronavírus: Pfizer e BioNTech recebem ‘fast track’ para 2 possíveis vacinas nos EUA
Em julgamento de recurso, Justiça livra prefeito de Laguna Carapã de acusação de nepotismo
Em retaliação aos EUA, Pequim coloca senadores republicanos em ‘lista negra’
Esposa de John Travolta morre aos 57 anos
Idosa de 64 anos é mais uma paciente a perder a batalha contra covid-19 em Campo Grande
Marido é preso por estuprar mulher duas vezes após a agredir e deixar inconsciente
Funcionários reclamam de falta até de papel toalha no HRMS, referencia para coronavírus