Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Justiça ouve indígenas e fazendeira sobre ocupação de propriedade

06 junho 2016 - 23h09

Audiência na tarde desta segunda-feira (06) na Justiça Federal ouve indígenas terenas e a proprietária da Fazenda Capão das Araras, de Aquidauana – a 140 quilômetros de Campo Grande. Ela pediu a reintegração de posse da área que fica dentro da reserva Taunay-Ipegue, onde famílias indígenas ocuparam no dia 13 de maio.

De acordo com o engenheiro da Funai (Fundação Nacional do Índio), Jose Revina, já foram ouvidas quatro indígenas, além do gerente, capataz e proprietária da fazenda. A propriedade de 2,4 mil hectares fica dentro da reserva Taunay-Ipegue, de 33,9 mil hectares, que portaria do Ministério da Justiça publicada no dia 2 de maio no Diário Oficial da União declarou terra indígena.

O processo demarcatório da área, iniciado em 1985 pela Funai, já resultou em uma série de conflitos entre indígenas e os produtores rurais das 17 fazendas que ficam na área. “Com a portaria, passamos a ter terra para poder caçar, pescar, e buscar semente para o artesanato. Antes não tínhamos área suficiente”, disse o indígena Alcyri Marques Terena, 41.

O indígena ainda reclama que a área está degradada. “Apesar da portaria, grande parte da área não dá pra usar, o rio foi assoreado, precisa de projeto específico para melhorar lá”, disse.

Sobre o conflito e a portaria, Célio Fialha Terena, de 32 anos cita “somos amparados constitucionalmente. Eles têm direito, mas nós também temos o nosso”.

A dona da fazenda teve 15 dias para retirar cerca de 1,4 mil cabeças de gado da fazenda. Segundo o gerente da fazenda, Rodrigo Alves Correa de Queiroz, 39, a proprietária fez um boletim de ocorrência por ocupação e levou o gado para outra fazenda próxima. “Nossa expectativa é receber a terra de volta. A fazenda está há 100 anos com a minha família. Sempre houve harmonia com a comunidade indígena, mas de um tempo pra cá ficou difícil”, afirma. 

Via: Midia Max

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Polícia Nacional aguarda autorização para entrar em presídio após fuga em massa na fronteira
Corpo de homem de 41 anos é encontrado boiando no Rio Miranda
Vagas para candidatos com deficiência e estágios são ofertadas pela Funsat
Ladrões fazem dono de conveniência refém e fogem levando o cofre
Professores apontam erros e pedem suspensão do vestibular da UFMS
Ação da Energisa beneficia consumidores de Corumbá e Ladário até sexta-feira
Sopa de morcego pode ter disseminado coronavírus na China
Motorista perde controle de carro e destrói muro de chácara
Coronavírus: médicos transportam paciente em tubo plástico na China
Casal organiza festa e acaba preso por oferecer bebida a garota de 13 anos