Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Rio 2016: Atleta de boxe da Namíbia é preso por estupro contra camareira no Rio de Janeiro

08 agosto 2016 - 17h39

Um segundo atleta de boxe foi preso por policiais civis acusado de estupro contra uma camareira na Vila Olímpica, na Zona Oeste do Rio. O boxeador da Namíbia da categoria médio ligeiro Jonas Junius, de 22 anos, foi detido por agentes da Delegacia do Recreio dos Bandeirantes após ser denunciado por uma camareira. Segundo a Delegada Carolina Salomão, o atleta agarrou e beijou a camareira. Em seguida, Jonas Junius ofereceu dinheiro para que a vítima mantivesse relação sexual com ele. A mulher saiu correndo e procurou a polícia. O atleta foi levado para a delegacia, onde foi autuado e será encaminhado ao Complexo Penitenciário de Bangu ficando fora das provas de boxe.

Ele lutaria na noite de quinta-feira, dia 11, às 18h, com o atleta francês Hassan Anzile, no Pavilhão 6 do Riocentro. Jonas Junius foi o atleta que levou a bandeira da Namíbia na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos no estádio do Maracanã, durante a passagem da delegação do país africano.

Na sexta-feira (05/08), policiais da Delegacia do Recreio dos Bandeirantes prenderam o atleta marroquino de boxe da categoria médio–pesado Hassan Saada, de 22 anos, na Vila Olímpica, também por estupro. Ele abordou duas camareiras que faziam a limpeza do quarto em frente. O boxeador apalpou o seio de uma delas e a coxa de outra. Hassan Saada também foi preso e levado para o Complexo penitenciário de Bangu.

Fonte: G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulher de 52 anos é autuada após colocar fogo em lixo de terreno
Hamilton Mourão rebate críticas às queimadas
Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios
Em diligência no Pantanal, senadores dizem que cenário é devastador
Xuxa avisa que vai deixar a Record no fim do ano: 'infelizmente'
Motorista da Uber furta calça jeans, confessa crime
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Chuva não chega em Corumbá, mas na Bolívia tem até temporal e nevasca
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Governo brasileiro confirma intenção de aderir à Covax