Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Presidente do COI se reúne com Temer e diz que Olimpíada é momento de união

14 junho 2016 - 16h48

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, reuniu-se na manhã de hoje (14) com o presidente interino Michel Temer e afirmou que os jogos olímpicos devem ser um momento de união dos brasileiros, e não de divisões.

"Os Jogos Olímpicos não são sobre política. Não são sobre divisões ou dividir pessoas. São sobre unir pessoas e unir os brasileiros para serem grandes anfitriões para os jogos", disse o presidente.

Bach evitou comentar o processo deimpeachment de Dilma Rousseff, cuja votação final no Congresso pode ocorrer durante os Jogos, marcados entre 5 e 21 de agosto. "Para manter esse caráter unificador [dos Jogos], temos que nos manter fora das divisões políticas", disse Bach, que acrescentou que o COI "confia na democracia brasileira."

O presidente do COI afirmou que os últimos dias antes dos Jogos Olímpicos são sempre os mais difíceis da preparação e disse que, depois do encontro com Temer, sai mais confiante de que os Jogos serão bem sucedidos.

Os dois se reuniram no Parque Olímpico da Barra, na zona oeste do Rio, onde Temer faz uma visita com parte da equipe ministerial e representantes do governo do estado do Rio, entre eles, o governador em exercício Francisco Dornelles.

 

Fonte: Agência Brasil  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bebê é achado morto em quarto de hotel; pais estão detidos
Em Dourados, médicos têm salários reduzidos durante a pandemia
PF faz novas buscas na casa de jornalista bolsonarista preso em Campo Grande
Portador de Alzheimer, Luiz desapareceu na Piratininga e filho pede ajuda para encontrá-lo
Infectada pela covid, mãe morre no parto e bebê sobrevive em Dourados
PMs flagram homem carregando cabeça decepada em SP
Corpo achado no Rio Paraguai segue sem identidade nem procura de familiares
Brasil tem mais 1.290 falecimentos por causa da covid-19
Com 16 mortes em 24h, MS vai a 107 óbitos por coronavírus e 9.388 doentes
Saúde compra 20 mil exames para diagnóstico de coronavírus pelo valor de R$ 377 mil