Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Nome sujo deixou Capital sem verba para receber Tocha Olímpica

23 junho 2016 - 17h24

Dentre as várias restrições sofridas pela Prefeitura de Campo Grande por constar no Cadin (Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal), a cidade não pôde receber R$ 100 mil como recurso de apoio para a passagem da Tocha Olímpica, que desembarca nesta sexta-feira, 24, às 13h15, na Base Aérea de Campo Grande.

A informação foi dada na manhã desta quinta-feira (23) pelo presidente da Fundação de Cultura de Campo Grande, Emerson Borges. A Prefeitura saiu do Cadin em abril deste ano, por decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) 3ª Região, em São Paulo. Porém, à época da designação do recurso ainda constava no cadastro.

A dívida de R$ 12,5 milhões com a União, por falta de pagamento do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) entre os anos de 2002 e 2006, nas gestões de André Puccinelli e Nelson Trad Filho, atualizada, já passa de R$ 36 milhões.

Gasto mínimo –

O recurso de apoio que Campo Grande não irá receber é de R$ 100 mil. A Prefeitura não informou quanto terá que desembolsar para a logística que dará suporte ao percurso de 40 quilômetros na capital, no próximo sábado (25).

Segundo informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, o esquema foi organizado de forma a ter “gasto mínimo”, somente com a remuneração de algumas bandas que participarão de eventos em alguns pontos, já que outras aceitaram se apresentar sem cobrar pela notoriedade do evento.

A Prefeitura esclareceu que não vai custear a estada de membros do Comitê Rio 2016. Acompanhará a tocha comboio de 20 veículos entre batedores e ônibus, que vão recolher os condutores.

Noleto informou que a Guarda Municipal destacou 40 homens em 30 pontos da região central e 110 no Parque das Nações Indígenas. Haverá policiais militares em número igual. A segurança é integrada PRF, PF, PM, Guarda Municipal e Batalhão de Trânsito.

Haverá eventos com apresentação musical nas praças Ary Coelho, Tocha e Parque das Nações, organizados pela Prefeitura em conjunto com Comitê Rio 2016 e patrocinadores.

 

Fonte: Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bebê é achado morto em quarto de hotel; pais estão detidos
Em Dourados, médicos têm salários reduzidos durante a pandemia
PF faz novas buscas na casa de jornalista bolsonarista preso em Campo Grande
Portador de Alzheimer, Luiz desapareceu na Piratininga e filho pede ajuda para encontrá-lo
Infectada pela covid, mãe morre no parto e bebê sobrevive em Dourados
PMs flagram homem carregando cabeça decepada em SP
Corpo achado no Rio Paraguai segue sem identidade nem procura de familiares
Brasil tem mais 1.290 falecimentos por causa da covid-19
Com 16 mortes em 24h, MS vai a 107 óbitos por coronavírus e 9.388 doentes
Saúde compra 20 mil exames para diagnóstico de coronavírus pelo valor de R$ 377 mil