Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Barricada no Chile retém caravana de torcedores do Flamengo que viajam a Lima para final da Libertadores

21 novembro 2019 - 17h30Por G1

A caravana de torcedores do Flamengo que viaja à final da Copa Libertadores em Lima, no Peru, ficou retida em uma barricada no norte do Chile nesta quinta-feira (21). Segundo o perfil oficial do clube no Twitter, o grupo passou mais de quatro horas esperando liberação dos manifestantes, o que ocorreu pouco antes das 14h.

Vídeos publicados pela conta do Flamengo mostram pneus incendiados e rolos de fumaça pela rodovia. Não há relato de qualquer tipo de confronto entre os manifestantes chilenos e os torcedores.

A caravana segue pelo Chile rumo a Lima, no Peru, onde o Flamengo enfrentará o River Plate (Argentina) às 17h (de Brasília) deste sábado (23).

O Chile vive uma onda de protestos iniciada em outubro com aumento no preço das passagens de metrô na capital, Santiago. Após forte repressão policial, as manifestações se converteram em uma larga insatisfação contra o presidente Sebastián Piñera — que iniciou processo para aprovar uma nova constituição chilena.

Santiago, inclusive, seria sede da final da Copa Libertadores. Entretanto, com o acirramento da violência nos protestos, a Conmebol — entidade máxima do futebol sul-americano — decidiu que o jogo ocorreria na mesma data, mas em Lima, capital do Peru.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresa vence licitação de R$ 1,6 milhão para reforma do Detran em Dourados
Padre que atendeu feminicida antes de morte na igreja pede às pessoas para ‘se abrirem’
Polícia investiga PMs por denúncia de agressão à mulher negra em SP
Coronavírus: Pfizer e BioNTech recebem ‘fast track’ para 2 possíveis vacinas nos EUA
Em julgamento de recurso, Justiça livra prefeito de Laguna Carapã de acusação de nepotismo
Em retaliação aos EUA, Pequim coloca senadores republicanos em ‘lista negra’
Esposa de John Travolta morre aos 57 anos
Idosa de 64 anos é mais uma paciente a perder a batalha contra covid-19 em Campo Grande
Marido é preso por estuprar mulher duas vezes após a agredir e deixar inconsciente
Funcionários reclamam de falta até de papel toalha no HRMS, referencia para coronavírus