Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Após reunião na CBF, Dunga é demitido do comando da Seleção

14 junho 2016 - 21h14

Dunga não é mais o técnico da seleção brasileira. O treinador foi demitido nesta terça-feira depois de uma reunião na sede da CBF com Marco Polo del Nero. Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções, também esteve presente e igualmente deixou seu cargo. O anúncio foi feito através do site oficial da entidade. A gota d'água para a saída foi a derrota para o Peru e a consequente eliminação da Copa América Centenário ainda na primeira fase da competição. A caminho do Rio de Janeiro, Tite é a opção número 1 e deve ser anunciado como substituto nas próximas horas

O resultado deu sequência aos maus resultados obtidos pelo ex-capitão da Seleção desde que assumiu após a Copa de 2014:  queda nas quartas de final da Copa América de 2015 e atual sexto colocado nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo na Rússia, em 2018. No último torneio, o grupo canarinho conseguiu fazer gol apenas no Haiti (vitória de 7 a 1 no segundo jogo). A Seleção não era eliminada na primeira fase da Copa América desde 1987.

Dunga deixou o cargo sem falar com a imprensa, e apenas Gilmar encarou os microfones após a CBF anunciar a decisão pela troca do comando técnico da Seleção. Ele afirmou que seguirá trabalhando até quinta ou sexta-feira e aproveitou para informar que está perto de conseguir a liberação do jogador Douglas Costa para atuar nos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. Apesar de dizer que se sente feliz pelo que pôde realizar, reconheceu a tristeza pela saída antes do fim do ciclo de trabalho.

- Me orgulho de ter trabalhado para mudar a CBF, que era uma caixa-preta. Que não se perca muita das coisas que conseguimos mudar e construir aqui. Estou muito satisfeito pelo trabalho que consegui colocar. Triste por estar saindo. Me considero um vencedor - disse Gilmar. 

Com o anúncio da saída de Dunga, Tite, ao que tudo indica, deixará o Corinthians, clube que reassumiu em 2015 depois de ter sido campeão mundial em 2012 diante do Chelsea. No final do último ano, assegurou o título de campeão brasileiro com o Timão. O plano de Marco Polo del Nero é anunciar, ainda nesta terça-feira, o nome do novo treinador da seleção.

O próximo compromisso da seleção brasileira é a Olimpíada, e a CBF deixará a decisão sobre o comando da seleção nos Jogos do Rio nas mãos do novo treinador. A atual estrutura do comando da seleção pode ser alterada, com a extinção do cargo de Gilmar Rinaldi, que era o coordenador, mas a tendência é que seja feito um convite a Edu Gaspar para a função. A cúpula da CBF considera que seria um erro colocar agora outro nome com quem o técnico não esteja acostumado a trabalhar. 

Na Olimpíada, a delegação contará com Neymar, que não esteve com o grupo nos Estados Unidos. Em acordo com o Barça, ficou decidido pela CBF que atuaria somente nos Jogos do Rio. A entidade precisa entregar até esta quarta uma lista com 35 nomes pré-selecionados para a competição.

 

Fonte: G1

Deixe seu Comentário

TECNODENTAL
Set 2

Leia Também

Economia de Mato Grosso do Sul tem a 6ª maior taxa de crescimento no país
Jovem morre a caminho do hospital após colisão de motocicleta e caminhão em MS
Motociclista de 19 anos morre após bater na traseira de caminhonete em rodovia de MS
Previsão do Tempo
Domingo terá calor de 38°C em MS; último dia de festival em Corumbá será de sol
Loteria
Mega-Sena acumula e próximo prêmio vai a R$ 13,5 milhões
Credibilidade de vacinas é menor entre homens e jovens, diz pesquisa
Prêmio nacional de turismo tem finalista de Mato Grosso do Sul
Oportunidade de Emprego
Inscrição de processo seletivo da Prefeitura com 180 vagas começa amanhã
Confrontos na Bolívia deixam 23 mortos em quase um mês de protestos, diz comissão
Casal e bebê morrem em acidente entre carro e carreta na BR-267