Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Marinha celebra 151 anos da Batalha Naval do Riachuelo com cerimônia cívico-militar

10 junho 2016 - 16h01

Marinha celebra 151 anos da Batalha Naval do Riachuelo com cerimônia cívico-militar  

 

Aconteceu na manhã desta sexta-feira, 10 de junho, a cerimônia militar alusiva aos 151 anos da Batalha Naval do Riachuelo. O evento foi realizado em frente ao Pórtico do 6° Distrito Naval, e contou com a presença dos Prefeitos de Corumbá, Paulo Duarte e Ladário, José Antonio Assad e Faria, bem como autoridades civis e militares da região do Pantanal.

 

Na oportunidade, durante a cerimônia, militares foram condecorados com a medalha do Mérito Tamandaré e Ordem do Mérito Naval, entregues pelo contra-almirante Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, que avaliou todas as atividades realizadas em Ladário e Corumbá, como positivas.

“Durante essa semana nós tivemos muitas atividades, principalmente em Ladário, que ainda me arrisco a dizer, que junto com Corumbá, são as únicas cidades do Brasil, que se preocupam em homenagear a nossa instituição”, disse o comandante Petronio.

 

Ainda conforme ele, o que mais enche de orgulho a Marinha foram às apresentações proporcionadas pelos alunos da Rede Municipal de Ensino da Pérola do Pantanal, uma vez que, a Batalha Naval do Riachuelo traz dois legados.

 

“Tivemos uma belíssima apresentação em frente ao Pórtico, onde reuniu as crianças dos projetos e programas, assim, como os estudantes de Ladário, que reviveram a Batalha Naval do Riachuelo. Na verdade foi um ano especial. Mais uma vez rememoramos a Batalha Naval do Riachuelo, que como disse o comandante da Marinha, existem dois maiores exemplos dessa batalha, chamando mais uma vez o povo brasileiro a raciocinar pela falta de preocupação com assuntos de defesa do país. Já o outro é manter a coerência e atitude fundamentais para a vida de qualquer ser humano e também o desenvolvimento dos trabalhos da Marinha do Brasil.

 

Para o prefeito de Ladário, é uma satisfação em realizar atividades em homenagem a Data Magna da Marinha. “hoje, com toda certeza, a nossa Ladário já tem incluso essas manifestações com a Marinha do Brasil, junto a sua data Magna. Uma instituição que tanto ajuda no desenvolvimento da nossa cidade. Todas essas encenações são um presente e também uma forma de agradecer pelos trabalhos, além de lembrar os nossos heróis que deram a vida para salvar a pátria”, falou o prefeito José Antonio.

 

Já Paulo Duarte, enfatizou que a Marinha é uma grande parceira da cidade de Corumbá, “trabalhos dessa maneira só ajudam a contribuir para o desenvolvimento da nossa região e trabalhos que fazemos em conjunto, visando os atendimentos a nossa população”, mencionou.

 

Entenda a data

 

A Batalha Naval do Riachuelo, ou simplesmente Batalha do Riachuelo, travou-se a 11 de junho de 1865, às margens do arroio Riachuelo, um afluente do rio Paraguai, na província de Corrientes, na Argentina. 

 

Essa é considerada pelos historiadores militares como uma das mais importantes batalhas da Guerra do Paraguai (1864-1870).

 

A sua deflagração tem a ver com a Guerra do Paraguai, onde o Brasil juntava forças com a Argentina e o Uruguai. O conflito, ocorrido entre 1864 e 1870, foi resultado de uma série de disputas políticas envolvendo as nações que trafegavam na região do rio da Prata. O início da guerra só tomou forma mediante o ambicioso projeto expansionista do governo paraguaio.

 

Por: Leonardo Cabral- (Colaboração) 

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina