Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Frente fria se intensifica e MS pode ter recorde de frio nesta quinta-feira

09 junho 2016 - 13h44

Massa de ar polar que está em Mato Grosso do sul deve permanecer sobre o Estado pelo resto de semana e a frente fria se intensifica amanhã, derrubando ainda mais as temperaturas. De acordo com o Climatempo, há possibilidade de recorde de frio em Campo Grande, onde previsão é de mínima de 8°C e sensação térmica próxima de 0°C.

Conforme o Instituto, hoje foi o dia mais frio do ano na Capital, que registrou mínima de 10,8°C e máxima de 16,1°C. Ar polar deve continuar pelo menos até a próxima quarta-feira, mantendo as temperaturas baixas.

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de perigo para onda de frio e de perigo potencial para geadas, que estão previstas para municípios do sul e sudoeste do Estado. Conforme o Inmet, temperaturas devem sofrer queda de mais de 5°C, o que causa risco à saúde.

Mínima prevista para o Estado é de 3°C, que deve ser registrada em Ponta Porã e Dourados, onde a máxima será de 18°C, com geadas durante a noite e madrugada. Sensação térmica deve ficar abaixo de 0°C.

Em Campo Grande, temperaturas devem ficar entre 8°C e 20°C amanhã, com queda gradativa durante o resto da semana. Frio será mais intenso no domingo (12), com previsão de 5°C e geada. Dias devem ser predominantemente nublados, com névoa úmida ao amanhecer.

Maiores temperaturas estão previstas para municípios do oeste, na região do Pantanal. Em Corumbá e Porto Murtinho termômetros oscilam entre 10°C e 24°C, com períodos de abertura de sol.

Via: Correio do Estado

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Renda Cidadã: Bolsonaro nega desejar reeleição e diz estar aberto a sugestões
PF detém secretários de Barbalho por suspeita de desvios na Saúde
Homem morre durante visita a academia no Aero Rancho
Ipea: renda dos mais pobres foi 32% maior que o habitual em agosto
Corpo é encontrado às margens da MS-160
Combate às queimadas no Pantanal ganha reforço de 120 brigadistas e bombeiros
Familiares de gêmeos mortos com 13 tiros são ouvidos e polícia procura por assassinos
Em Coronel Sapucaia, obras de recapeamento vão custar R$ 2,2 milhões
Com ressalvas, deputados aprovam mudanças no plano de aplicação dos recursos do Fundersul
Fogo se alastra em reserva no Pantanal, moradora corre e consegue salvar galinhas