Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Em Corumbá, temporada de cruzeiros fluviais será aberta no dia 09

03 novembro 2016 - 13h23

A pesca fecha no dia 04, sexta-feira, e a grande atração para os próximos quatro meses em Corumbá são os cruzeiros fluviais exclusivos para o ecoturismo e turismo de aventura. A temporada 2016/2017 será aberta no dia 09 de novembro e já estão confirmadas 20 viagens com datas programadas no Pantanal corumbaense.

Uma das possibilidades de desbravar as belezas do Pantanal é de barco-hotel em minicruzeiros exclusivos de ecoturismo e aventura. Corumbá, figura como um importante ponto de embarque e também de destino pantaneiro para quem deseja viajar pelas águas doces brasileiras.

É possível planejar as férias em um dos quatro “hotéis fluviais” que estarão navegando pelo pantanal do Mato Grosso do Sul até o fim de fevereiro de 2017. Os barcos-hotéis oferecem todo o conforto de um hotel e permite ainda, parada em um dos destinos históricos e culturais do centro-oeste brasileiro mais procurado pelos turistas, Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

“O segmento de minicruzeiros fluviais é extremamente importante para o turismo local tanto para atração de viajantes brasileiros como também de estrangeiros. Temos um enorme potencial, infraestrutura turística de barcos com capacidade de 08 a 26 cabines e incríveis belezas naturais e precisamos aproveitar isso para movimentar a nossa economia e gerar cada vez mais empregos e rendas”, defendeu a diretora-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Hélènemarie Dias Fernandes.

Com roteiros com duração média de 5 dias e 4 noites, a temporada de Cruzeiros no Pantanal ocorre entre os meses de novembro a fevereiro. As cabines já estão sendo comercializadas através das agências que operam o produto, no site e nas agências CVC, com saídas pré-agendadas. Para esta, quatro barcos-hotéis estarão à disposição dos turistas: Kayamã, Netuno, Almirante e Kalypso.

Os minicruzeiros

Com estruturas adequadas à geografia do Pantanal, o roteiro vai além da integração com a biodiversidade pantaneira, oferta à vivência da cultura local e atividades de lazer ao ar livre, a gastronomia e o contato com o homem pantaneiro, tornando a experiência de navegar por cinco dias e quatro noites num dos mais lindos patrimônios naturais da humanidade, o Pantanal.

Para corumbaenses

Os empresários do setor turístico não se esqueceram também de quem reside em Corumbá. Para atender o corumbaense, os barcos Kayamã, Netuno e Almirante estão com ofertas exclusivas. Segundo a proprietária da agência Joice Tur, que opera o roteiro, o objetivo é fazer a cidade, que é conhecida no mundo todo, ser também conhecida por quem convive o dia a dia com ela.

 

Fonte: Assessoria PMC

Deixe seu Comentário

Leia Também

Incerteza da economia cai pelo quinto mês consecutivo, diz FGV
Covid-19: 87% dos moradores de favelas conhecem alguém que adoeceu
Primeiro paciente curado de HIV morre após reincidência de câncer
Covid-19: Ganso testa positivo e Fluminense chega a dez contaminados
Ministros da Agricultura e Meio Ambiente confirmam ida ao Pantanal
IBGE: taxa de desocupação fica em 13,8% no trimestre de maio a julho
Em outubro, Saúde disponibiliza exame preventivo em horário noturno
Justiça suspende decisão do Conama que revogou resoluções ambientais
Polícia Militar de Corumbá prende homem foragido da justiça durante rondas
Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos