Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"

16 setembro 2019 - 17h15Por Correio do Estado

Por mais que o ensino pareça sempre igual há décadas, a Matemática está em constante evolução, e algumas perguntas que não parecem tão complexas podem resultar em problemas até hoje sem resposta fechada. Dentre as áreas que mais intrigam os grandes acadêmicos, o campo da Teoria dos Números certamente recebe destaque. Por se tratar do conjunto dos números inteiros, é até difícil ter uma primeira impressão do quão complexas as análises são nesse conjunto. Consequentemente, fazer um filme que tenha um assunto de difícil entendimento como pano de fundo parece maluquice. E foi exatamente isso que “O Homem que Viu o Infinito” fez.

Para quem pensa que a produção (que está disponível na Netflix) é inacessível para quem não fez Matemática na faculdade, o filme não foca no conteúdo matemático em si, mas da história por trás das descobertas do jovem Ramanujan (Dev Patel). O indiano, dotado de um talento extraordinário, precisava desesperadamente que alguém enxergasse seu potencial com os números e lhe desse um emprego na área. Aprisionado na cidade de Madras e em um rígido sistema de castas, suas opções pareciam muito limitadas, até que surge uma improvável luz no fim do túnel. O matemático G.H. Hardy (Jeremy Irons) recebeu a carta de Ramanujan, e, contra todo o alto escalão da Universidade, decide convidá-lo para Cambridge com o intuito de publicar as descobertas do indiano.

O foco de “O Homem que viu o Infinito” não é na Matemática em si, mas sim na importância de lutar por um sonho. Tanto Ramanujan quanto Hardy enfrentaram todas as adversidades possíveis, incluindo uma Guerra Mundial, para marcar seus nomes na história da Matemática. Com um enredo fascinante e dois grandes atores como protagonistas, fica fácil entender que esse filme certamente deve ser assistido. Bem mais fácil que entender as equações de Ramanujan.  

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

EUA tem mais uma noite de protestos violentos com toque de recolher
Equipe do Corpo de Bombeiros resgata homem de 46 anos em área rural
Caminhoneiro de 61 anos é a 7ª vítima fatal do coronavírus em Campo Grande
Justiça suspende prazo para guardas municipais apresentarem laudo exigido para portar armas
Risco para o coronavírus: hipertensão, obesidade e diabetes cresce no Brasil
Motorista de aplicativo passa o dia parado no mesmo local e é achado morto
Corpo achado debaixo de ponte é de indígena desaparecido em Dourados
Mulher de policial que matou homem negro nos EUA pede divórcio
Mulher morre após ter carro lançado contra árvore na Gury Marques
Nota de esclarecimento - Falecimento boliviano