Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Ação leva benefício social aos ribeirinhos do Pantanal sul-mato-grossense

05 setembro 2016 - 16h13

Em mais uma ação que levou benefício social aos ribeirinhos do Pantanal sul-mato-grossense, o Juizado Itinerante Fluvial da Comarca de Corumbá percorreu, entre os dias 23 e 25 de agosto, as águas do Rio Paraguai com a prestação de serviço jurisdicional aos moradores das localidades de Porto da Manga e Porto Morrinho.

Na viagem, o juiz Emerson Ricardo Fernandes, que acompanhou todos os atendimentos do Juizado Itinerante, pode comprovar a efetividade do Projeto Justiça sobre as Águas, já que dentre as ações anteriormente ajuizadas, houve alteração significativa na vida da Srª. Maria de Lourdes da Silva, pescadora e ribeirinha residente no Porto da Manga. “No atendimento anterior, realizado em outubro de 2015, este Juízo deferiu imediatamente pedido de urgência para que a Energisa promovesse a instalação de padrão e fornecesse energia elétrica à residência da idosa, medida esta que restou cumprida, sendo, desde então, a cidadã atendida em sua moradia com energia elétrica. O fornecimento de energia elétrica para o imóvel da idosa ainda perdura face o atendimento e propositura da ação anterior, e somente foi possível ante o Projeto Justiça sobre as Águas”, ressaltou o juiz.

Com o objetivo de oferecer uma atuação mais eficaz e contínua, o presidente do Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais, Des. Marco André Nogueira Hanson, requereu à Administração do TJMS e foi aprovada pelo Órgão Especial no mês de junho a ampliação da competência para atuação do Juizado Fluvial nessas comunidades, a fim de possibilitar também a composição de conflitos de interesse nas causas de família, estado, capacidade das pessoas e sucessões. “O benefício social à população ribeirinha é visto desde a primeira viagem do Juizado. Isso significa resgate da cidadania. Nosso principal objetivo é conscientizar essas pessoas da possibilidade de solução de conflitos pelo Poder Judiciário”.

De acordo com o juiz Emerson Fernandes, o projeto é de grande valia para as comunidades atendidas. “A população que ali reside encontra diversas dificuldades para a locomoção ao Município de Corumbá, sendo que, algumas vezes, necessitam apenas de orientação jurídica para esclarecer determinados fatos”.

Atendimentos – Desenvolvido em conjunto com a Marinha do Brasil, com o apoio e estrutura do navio de assistência hospitalar “Nash Tenente Maximiano”, foram realizados, no total, cerca de 40 atendimentos, com o ajuizamento de cinco novas ações, sendo deferidas duas tutelas provisórias de urgência, ambas contra a Energisa. No Distrito de Albuquerque foram realizados quatro, 19 na localidade denominada Porto da Manga, e 15 atendimentos em Porto Morrinho. Nas visitas foram feitos ainda outros atendimentos que não foram atermadas, tendo em vista se tratar apenas de dúvida jurídica dos ribeirinhos.

Durante os deslocamentos, verificou-se ainda a necessidade dos ribeirinhos das localidades do Porto da Manga (26 pessoas) e Porto Morrinho (5 pessoas) de serem atendidos pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul, para que possam confeccionar suas carteiras de identidade, razão pela qual o magistrado expediu ofício à Delegacia Regional de Polícia de Corumbá, informando sobre o pleito da população nesse sentido, bem como também se disponibilizou para acompanhar futuro deslocamento para as localidades, a fim de dar efetividade e pleno atendimento àquela população.

O Juizado Itinerante Fluvial é mais uma das ações da Administração do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul com o objetivo de aproximar o Poder Judiciário da população, especialmente nas comunidades mais simples e distantes, atendendo e resolvendo seu problemas. (As informações são da Ascom TJ-MS).

 

Fonte: Redação 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia do Rio desarticula grupo que aplicava golpe da casa própria
Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país
País tem 13 milhões de desempregados
Bolsonaro é internado para fazer cirurgia em São Paulo
Homem é assassinado com 6 tiros em frente a espetinho
PM de Corumbá prende indivíduos por Tráfico de Drogas no bairro Popular Nova
Rapaz morre após bater moto em carro no Estrela do Sul
Saúde atualiza novamente procedimentos para aborto no SUS
Libertadores: Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador
Justiça autoriza retorno das aulas no Colégio Militar do Rio