Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Professores de MS param na sexta em protesto contra medidas de Temer

06 junho 2016 - 22h14

As escolas da rede de ensino municipal e estadual vão paralisar as aulas na próxima sexta-feira (10) em protesto organizado pela Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), contra as medidas propostas pelo governo provisório do presidente interino Michel Temer (PMDB).

O presidente da Fetems, Roberto Botarelli, destacou que as propostas do governo provisório serão prejudiciais aos profissionais da educação. “Entre as nossas reivindicações está a luta contra a alteração do reajuste do piso salarial nacional, contra a medida que prevê o fim do concurso público, os royalties do petróleo e do pré-sal”, citou.

Roberto acredita que todas as escolas da rede pública do Estado irão aderir a manifestação. Um ato será realizado na Capital na sexta-feira a partir das 08 horas. Segundo o presidente, caravanas de diversas cidades devem vir a Campo Grande para participar, e Três Lagoas já confirmou que enviará três ônibus com profissionais da área para o protesto.

A manifestação faz parte do chamado nacional da CUT (Central Única dos Trabalhadores) para que as categorias lutem contra as medidas que estão sendo propostas pelo governo provisório.

Roberto explicou que a Fetems autorizou que os profissionais entrassem nas reivindicações das pautas que envolvem a educação. “A CUT chamou para o ato no dia 10 e nós vamos para defender a educação. É um recado para o governo federal de que não vamos aceitar essas propostas calados. São conquistas que conseguimos ao longo da história do país, e não vamos aceitar que um governo ilegítimo, porque nós não reconhecemos como legítimo, altere o plano nacional de educação. Os trabalhadores que vão pagar o pato por isso, e vamos lutar para que isso não ocorra”, finalizou.

Via: Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina