Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

inscrição de projetos em feiras científicas estão abertas, diz IFMS

10 agosto 2016 - 16h40

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) abriu nessa terça-feira, 9, o prazo de submissão de projetos de pesquisa para participação nas feiras de ciência e tecnologia da instituição, previstas para outubro, durante a programação da Semana de Ciência e Tecnologia 2016.

Podem participar da seleção trabalhos desenvolvidos por estudantes do 6° ao 9° ano do ensino fundamental, ensino médio ou do técnico integrado de nível médio de escolas públicas ou privadas, além de egressos do técnico integrado do Instituto que tenham terminado seus cursos a partir de novembro de 2015.

A inscrição do trabalho é gratuita e deve ser feita exclusivamente no Sistema de Submissão e Avaliação de Projetos do IFMS, pelo orientador do projeto, que necessariamente precisa ter vínculo empregatício com instituições de ensino ou ser servidor público. O sistema está disponível no endereço www.ifms.edu.br/semanact.

Para a submissão, é necessário o cadastro no sistema de informações sobre o projeto, orientador, autores e um resumo do trabalho, conforme modelos disponibilizados na Central de Seleção (www.ifms.edu.br/centraldeselecao). O prazo segue até 9 de setembro.

Além das feiras em Aquidauana (Feciaq), Campo Grande (Fecintec), Corumbá (Fecipan), Coxim (Fecitecx), Nova Andradina (Fecinova), Ponta Porã (Fecifron) e Três Lagoas (Fecitel), também serão realizadas pela primeira vez as feiras de ciência e tecnologia da Grande Dourados (Fecigran), da Região Sudoeste em Jardim (Fecioeste) e de Naviraí (Fecinavi).

A escola na qual o estudante está devidamente matriculado deve constar na área de abrangência do campus onde o trabalho está sendo submetido.

Regras - Cada trabalho deve ter no mínimo um estudante e um orientador. É permitida a participação de, no máximo, três estudantes nas propostas do ensino médio e cinco nos projetos do ensino fundamental. Pode haver ainda um coorientador por trabalho.

Os projetos devem estar inseridos nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Engenharias e Ciências Agrárias ou multidisciplinar (áreas de conhecimento entrelaçadas).

Todas as regras de participação estão disponíveis no edital de abertura da seleção de trabalhos.

Seleção - A análise da documentação, homologação das inscrições e avaliação dos resumos serão realizadas por um comitê de pré-avaliação e seleção, formado por professores do campus onde cada feira será realizada.

Entre os aspectos a serem avaliados na elaboração dos resumos estão criatividade e inovação, conhecimento científico do tema, organização e clareza de ideias, e adequação à norma culta de linguagem.

A lista de trabalhos selecionados deve ser divulgada até 30 de setembro.

Feiras - Serão promovidas durante a Semana de Ciência e Tecnologia da instituição, entre 17 e 22 de outubro, de acordo com a programação de cada campus.

Os trabalhos serão avaliados por professores e pesquisadores do IFMS e demais instituições afins. Todos os participantes receberão certificados, e os melhores trabalhos em cada categoria serão premiados.

Os dois melhores trabalhos de nível fundamental e médio de cada feira serão credenciados para participação na Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (FETEC/MS), que ocorrerá em novembro, em Campo Grande.

Fonte: Redação 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo se alastra em reserva no Pantanal, moradora corre e consegue salvar galinhas
Desértico: Com onda de calor histórica, cidades registram umidade abaixo de 10% em MS
Filha de oito anos viu pai agredir e jogar a mãe em poço
Corpo de homem desaparecido é encontrado em estado de decomposição
Cruel: homem espanca esposa grávida até provocar aborto
Jovem cai de moto, é atropelado por ônibus e morre
Transexual é encontrada morta no São Conrado
PF prende suspeito de desvio de verba da saúde em condomínio de luxo de Três Lagoas
Contas públicas podem ter déficit de R$ 871 bilhões este ano
Cão fica preso em buraco e é resgatado pelos bombeiros em Corumbá