Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Governo investe R$ 2,2 milhões na Educação com reforma e ampliação de unidades de ensino

29 junho 2016 - 16h44

Com investimento de R$ 2,2 milhões, o Governo de Mato Grosso do Sul reformou e ampliou três unidades escolares da Rede Estadual de Ensino em Campo Grande. Nesta quarta-feira (29), o governador Reinaldo Azambuja inaugurou as obras que beneficiarão 1.450 alunos e centenas de educadores. “Criamos condições melhores tanto para os estudantes quanto para quem trabalha nas escolas”, disse o governador.

Nos últimos meses, o Centro de Educação Infantil José Eduardo Martins Jallad (CEI Zedu), no Parque dos Poderes, e a Escola Estadual Professora Célia Maria Náglis e o Centro Estadual de Educação Profissional Professora Maria de Lourdes Widal Roma, nas Moreninhas, passaram por obras de ampliação e reforma para que os prédios pudessem atender as necessidades de alunos e professores.

A primeira inauguração feita pelo governador foi no Cei Zedu. A unidade ganhou uma sala de aula, onde passa a funcionar o berçário; um banheiro anexo à sala do Pré I; a cobertura da passarela de pedestres; reparos na cobertura; e reforma das instalações já existentes, em um total de R$ 369.522,45 de recursos próprios do Estado – outros R$ 77 mil de emendas parlamentares estaduais também foram utilizadas na creche. No local são atendidas 362 crianças entre seis meses e cinco anos de idade. “Uma educação de qualidade também depende do espaço físico”, disse a diretora do Cei Zedu, Carla Ferraz Barbosa.

No bairro Moreninhas foram feitas as outras duas entregas. Na Escola Estadual Professora Célia Maria Náglis, dentro do Programa Obra Inacabada Zero, foram construídos refeitório, cozinha, depósito, biblioteca e a cobertura da quadra de esportes, além da reforma do prédio já existente. O investimento de R$ 2 milhões (R$ 1,3 milhão do Estado e o restante da União) vai beneficiar 578 alunos do Ensino Fundamental I e II e 110 estudantes do ProJovem Urbano.

Já no Centro Estadual de Educação Profissional Maria de Lourdes Widal Romam foram empregados R$ 1,8 milhão, sendo R$ 577 mil de contrapartida estadual, na construção de vários banheiros e um novo bloco com auditório, cinco laboratórios científicos, quatro laboratórios tecnológicos, uma biblioteca e um refeitório. Na escola, 400 alunos estudam em quatro cursos técnicos: Administração, Recursos Humanos, Transações Imobiliárias e Serviços Jurídicos

Todas as unidades escolares foram revitalizadas e ganharam novas pinturas. A vice-governador Rose Modesto destacou a importância de se melhorar a infraestrutura das escolas e lembrou da importância do investimento no fator humano. “Temos hoje o melhor salário do Brasil. Agora queremos que nossos profissionais tenham condições de trabalhar melhor, em espaços mais adequados”, observou. “Nosso desafio também é melhorar a qualidade da nossa Educação”, completou o governador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Criança atropelada na MS-276 está internada em estado gravíssimo
Morador de Rio Brilhante morre de covid-19 aos 55 anos
Capotamento de Hilux destruiu raio-x que seguia para a UPA Universitário
Brasil chega aos 70 mil mortos pela covid-19
Em 14 dias, ocupação das UTIs de Campo Grande quase dobrou e chega a 75%
Ex-secretário de Saúde do Rio estava com R$ 6 milhões em espécie
Justiça rejeita pedido de interferência na Prefeitura de Dourados sobre falta de leitos
Polícia fiscaliza 12 toneladas de pescado em Campo Grande e encontra irregularidade
Com gasolina mais cara, inflação volta a subir em Campo Grande
MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença