Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Arrecadação de MS cresceu em janeiro, mas teve queda de 12% em fevereiro

27 abril 2017 - 15h56Por Campo Grande News

As receitas correntes do governo de Mato Grosso do Sul em janeiro deste ano somaram R$ 1.377 bilhão. O montante é 10% maior que o mesmo período de 2016, mas em fevereiro a retração somou 12% segundo demonstrativo de receita publicado hoje.

Em janeiro do ano passado a arrecadação chegou a R$ 1.248 bilhão, com destaque para R$ 597 milhões referentes a ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e R$ 241 milhões de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor).

No primeiro mês de 2017, a arrecadação com ICMS caiu 1,3% e somou R$ 589 milhões enquanto de IPVA cresceu 12% e chegou a R$ 272 milhões. Janeiro é o mês com maior receita de impostos sazonais, como IPVA.

No fevereiro deste ano as receitas caíram 12%, passando de R$ 1.072 bilhão em 2016 para R$ 940.733 milhões. Nesse mês as duas principais fontes de arrecadação estadual tiveram retração, de 16% e 17% em ICMS e IPVA respectivamente.

O governo tem enfrentado problemas com a arredação e tomado atitudes para manter as contas em dia, entre elas a reforma administrativa que enxugou setores do governo. O balanço orçamentário com dados do primeiro trimestre deve sair na primeira semana de maio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGU cobra na Justiça R$ 893 milhões de desmatadores da Amazônia
Ocupação de UTIs tem risco baixo em 17 estados e crítico no Rio e GO
Focos de calor no Tocantins seguem padrão do clima, diz Defesa Civil
SP fecha último hospital de campanha para tratamento de covid-19
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
SP subsidia compra de computador para professor da rede estadual
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
São Paulo anuncia ampliação de testes da fase 3 da vacina CoronaVac
Lei prorroga incentivo fiscal para exportadores durante pandemia
Polícia do Rio desarticula grupo que aplicava golpe da casa própria