Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Secretarias se unem para fazer o Carnaval de Ladário

31 janeiro 2017 - 12h13

“Estamos todos afinados para fazer um grande carnaval, agora foi dada a largada”, disse Antoninha Guimarães, diretora presidente da Fundação Municipal de Cultura. Ao lado do prefeito Carlos Ruso ela conduziu uma importante reunião que contou com a presença de todo o secretariado do executivo ladarense, e discutiu os principais pontos para realização da Festa de Momo.

“O que nós queremos é uma festa segura, onde a família ladarense possa se alegrar e o nosso povo ganhar dinheiro, gerando divisas para o município como um todo”, disse o prefeito Ruso. Para ele, o carnaval é uma grande oportunidade de geração de emprego e renda, e por isso a festa tem que ser tratada de forma especial.

Também estiveram presentes alguns vereadores ligados ao carnaval e à cultura. Participaram da reunião, Augusto de Campos (Gugu), Jonil Barcellos, Paulo Rogério, Agnaldo Magrela e Vagner Gonçalves. Os parlametares ajudaram com sugestões e ponderações para melhorar a organização do carnaval.

Durante a reunião ficou definido que o percurso do desfile vai mesmo ser do nascente para o poente, ou seja, a concentração dos blocos será feita na Rua Riachuelo e eles vão cruzar a passarela no sentido Ladário/Corumbá, passando em frente ao palanque que estará na Rua Conde de Azambuja.

“Nós vamos dispor o ponto de mototaxis na Conde de Azambuja acima da 14, a ambulância ficará atrás do palanque e também teremos espaço pré-estabelecido para as viaturas dos bombeiros e da PM”, disse Mário França Filho, diretor presidente da Agemtrat.

“Nós queremos e vamos ter todas as secretarias e fundações trabalhando voltadas para o carnaval. É uma questão de manter a nossa cultura e incentivar a nossa economia”, frisou o prefeito, ao solicitar o apoio de todas as pastas indistintamente.

“Nós já temos a confirmação da participação do Governo do Estado, sem o qual não seria possível realizar o carnaval”, anunciou o secretário de Finanças, Nereu Rodrigues dos Santos. Ele enfatizou que a Prefeitura vai dispor de verbas próprias, mas necessitava desse fomento do Estado para garantir o brilho do carnaval.

Uma secretaria de suma importância no contexto é a de Saúde. Não só por questão de pronto atendimento, mas também nas campanhas de conscientização. Um bom exemplo é a distribuição de material de orientação sobre as doenças sexualmente transmissíveis e a dengue.

“Mas a saúde também vai disponibilizar a ambulância no período de funcionamento do carnaval, que é um período que envolve recesso, mas mesmo assim, nós vamos dispor de médicos durante 24 horas”, informou a secretária Ana Lúcia Pereira. Segundo ela, o plantão médico especial será do sábado à terça feira de carnaval. “E no local nós vamos ter uma ambulância com um profissional de enfermagem, para fazer a remoção em caso de urgência”, afirmou.

Outra pasta que vai trabalhar com conscientização é a de Meio Ambiente. O carnaval é talvez, a festa que mais reúna pessoas em um único espaço e, por isso, a quantidade de resíduos sólidos produzida, é muito grande. “Essa é a nossa preocupação, fazer com que os vendedores das barracas tenham locais apropriados para colocar o lixo e que tentem convencer os clientes de fazer isso”, disse Andréia Victório, a diretora presidente da Fundação do Meio Ambiente. Limpeza, iluminação, estrutura. Este é um papel a ser executado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura que afirma estar pronta para encarar a festa. “Vamos dar todo o aporte possível na questão de limpeza, vamos melhora a arborização para dar melhor visibilidade para todos e, o que mais for necessário, tudo o que for preciso nós vamos fazer”, afirmou o secretário Aires Alberto da Fonseca.

O trabalho da Assistência Social será voltado para questões humanitárias da cidade e prevê, entre outras coisas, dar apoio ao Conselho Tutelar para cuidar das crianças e fomentar a inserção das famílias ladarenses na economia do carnaval, através das barracas da Praça de Alimentação. “As nossas atividades estarão centralizadas principalmente nas ações do Creas, que atua na defesa de nossos cidadãos e na parceria com o conselho, na proteção das crianças”, enfatizou a secretária Andressa Paraquett. (Assessoria de Imprensa-PML)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumulado vai para R$ 60 milhões
Polícia Federal apreende 254 quilos de cocaína no Porto de Paranaguá
Após êxito na Copa do Brasil, Botafogo e Atlético-GO duelam na Série A
Dia do idoso: pandemia, saúde mental e física são desafios
Pedidos de educação indígena aumentaram 500%, afirma Funai
Campanha das eleições municipais começa neste domingo
Eleições 2020: termina hoje prazo para pedir registro de candidatura
Pandemia amplia vulnerabilidades de surdos, diz secretária
Prefeitura encaminha imigrantes e pessoas em situação de rua ao mercado de trabalho
França abre investigação para apurar ataque com faca em Paris