Menu
Busca terça, 22 de outubro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Requalificada, Praça da República pode se tornar patrimônio histórico nacional

02 julho 2016 - 14h44

Depois do Jardim da Independência, Corumbá recebeu de volta mais um espaço histórico revitalizado pelo PAC das Cidades Históricas, por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Governo Federal: a Praça da República, antes conhecida como Largo da Conceição, Largo do Carmo e Largo da Candelária, que foi palco de um dos episódios mais marcantes da Guerra da Tríplice Aliança, a Retomada de Corumbá, ocorrido no dia 13 de junho de 1867.

Maria Clara Scardini, diretora-presidente da FUPHAN (Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico), explicou de forma acessível o termo bastante familiar ao meio da arquitetura e que vem sendo presenciado a olhos vistos em Corumbá.

“Requalificar espaço histórico é isso. É você não tirar ou colocar absolutamente nada a não ser aquilo que não agride a história original. É dar essa leveza, deixar com cara de novo aquilo que conta a história de muitos anos atrás. Foi isso que nós fizemos aqui. Requalificarmos sem, em momento nenhum, descaracterizarmos a sua história. Requalificar respeitando as pessoas que usam as praças”, explicou ao comentar as impressões que muitas pessoas vem compartilhando sobre os espaços que passaram por esse processo.

Maria Clara fez questão de esclarecer que todas as ações da gestão do prefeito Paulo Duarte tem como único propósito construir uma cidade melhor para os corumbaenses e, dentro desse pensamento, não há espaço para abatimento.

“Durante o processo, nenhum comentário negativo nos desanimou, pelo contrário, dava até ânimo, muito mais força para seguir em frente até porque acreditamos que Corumbá merece um espaço como os que estamos revitalizando, entre eles, Hotel Galileo, Casa do Dr. Gabi, Jardim da Independência”, enumerou sem esquecer que ainda há sete projetos aprovados pelo PAC das Cidades Históricas que aguardam a liberação de recursos federais.

Representando o Poder Legislativo de Corumbá, o vereador Carlos Machado, ressaltou o exemplo de gerenciamento que o prefeito Paulo Duarte vem fazendo em sua administração, o que propicia ao município pantaneiro ser um dos poucos que continue, no país, a investir recursos próprios em obras que beneficiem a população.

“O Brasil passa por uma dificuldade econômica terrível. Tem muitos municípios brasileiros onde os governantes não estão conseguindo nem pagar o salário do funcionalismo público. Aqui, o prefeito Paulo tem honrado esse compromisso e ainda realizado obras pela cidade inteira, e obras que trazem benefícios para a população de Corumbá”, afirmou.

Parcerias

Um dos meios utilizados pela gestão Duarte são as parcerias e convênios, algo que chegou, agora, na manutenção de espaços públicos com a entrega da Praça da República. O empresário José Antônio Marinho Neto assinou um convênio se responsabilizando a manter a praça de forma como ela foi entregue requalificada.

“É uma satisfação imensa poder colaborar com esse prefeito que tem deixado Corumbá mais bonita. Paulo Duarte eu reconheço que você está fazendo aquilo que devia ser feito. Corumbá merecia um prefeito como você. O objetivo desse convênio é manter essa praça bonita para que a população corumbaense possa desfrutar de todos seus benefícios”, declarou o empresário ao destacar que contará com a colaboração do povo corumbaense para ajudar a preservar o espaço que, particularmente, tem significado especial a ele.

“Essa praça me traz grandes recordações, me vem à memória aquilo que meu pai contava: que meu avô fez malabarismo para trazer essa pedra do rio Paraguai e com a ajuda de três cantareiros que trouxe de Portugal, fizeram esse obelisco para homenagear Corumbá e os combatentes que ajudaram a retomar a cidade na Guerra da Tríplice Aliança”, disse ao resumir a participação da família Marinho na arquitetura da praça.

Tombamento

Segundo Fábio Almeida, arquiteto que representou o IPHAN Nacional (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) na cerimônia de entrega das obras de requalificação, a Praça da República está bem próxima de ganhar um título de grande relevância.

“Entre as dez obras contempladas pelo PAC das Cidades Históricas em Corumbá, a Praça da República possui importância impar, motivo pelo qual nos inspira para, hoje, trabalharmos pelo tombamento desse bem cultural. Cabe ressaltar que foi em plena Guerra da Tríplice Aliança, em 13 junho de 1867, que uma tropa brasileira liderada pelo tenente-coronel Antônio Maria Coelho, expulsou os invasores paraguaios, retomando Corumbá. A Praça da República representa, hoje, um lugar de respeito pelas vidas sacrificadas, pelo sangue derramado e pela memória que aqui jaz e que outorgará o reconhecimento como patrimônio histórico nacional para esse local”, disse.

Momento de gratidão

Emocionado com a entrega do importante espaço público, o prefeito Paulo Duarte recordou sua infância na praça e afirmou que cada cidadão tem algo especial ligado ao local. O chefe do Executivo frisou também a dificuldade econômica por qual atravessa o país, mas tem trabalhado para que isso, aliado às críticas rasas, não se tornem fatores limitantes.

“Estamos devolvendo mais uma parte da história de Corumbá para os corumbaenses. Tiveram muitos espinhos, mas a gente superou com humildade e sabedoria. Digo humildade porque aprendemos todo o dia. A beleza está nessa suavidade que passou a ter esses espaços: o Jardim da Independência e a Praça da República então, para nós, são momentos não de reclamar daqueles que só torcem contra Corumbá, que só xingam, que é uma minoria. É momento de agradecer, pois esse tem sido o momento mais difícil para alguém ser prefeito de cidade no Brasil, com escassez de recursos. Agradeço porque a dificuldade nos faz crescer, ter coragem, determinação e mostrar o amor com atitude. Quem ama, cuida. E estamos, juntos, cuidando da nossa cidade. Falamos que íamos entregar nesse período e cumprimos a palavra, mesmo com atraso dos repasses federais”, discursou.

Duarte frisou que o entorno da praça também terá novidade nos próximos dias. “Semana que vem começa a ser implantado o novo terminal de transporte coletivo da cidade que, ao contrário do antigo, não vai esconder essa beleza, essa arquitetura. Superamos um desafio que muitos não acreditavam, mas é vida que segue e vamos em busca de novos desafios. Vamos seguir em frente com essa cidade que vai viver novos dias”, projetou.

O prefeito aproveitou a oportunidade para anunciar quais serão esses novos desafios. “A Prefeitura sozinha, mais uma vez, enquanto não chegam os recursos dos projetos já aprovados pelo PAC, vai fazer uma manutenção para depois partir para recuperação com a chegada desses valores do Governo Federal. É nossa contrapartida também, da nossa Igreja Matriz, do ILA (Instituto Luiz de Albuquerque), da Prefeitura Antiga e do Hotel Internacional também”, afirmou.

 

Fonte: ASCOM PMC

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Estimativa de inflação cai pela 11ª vez seguida para 3,26%
Piloto sobrevive à queda de monomotor que matou três em BH
Enfermeira do Exército e marido são presos após X9 contar sobre venda de cocaína
Com inscrições até sexta-feira, vagas para técnicos da UEMS é única oportunidade para concurseiros em nível estadual de 2019
Governo convoca sociedade civil para composição do Conselho Consultivo da APA Estrada-Parque de Piraputanga
MS passa a ocupar a 2º posição do Ranking da Competitividade no quesito segurança pública
Mecânico perde 14 quilos de pintado e motocicleta, depois de pesca irregular
Motociclista morre ao ser atingido por motorista embriagado na BR-163
Escola chama polícia após descobrir que garota de 13 anos era estuprada por marido da tia
Com planejamento estratégico, Imasul foca em gestão moderna e eficiente