Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
(67) 99820-0742

Universidade oferece tratamento gratuito a pacientes com sequelas da covid-19

26 setembro 2020 - 10h00Por Top Midia News

Para auxiliar pessoas de baixa renda debilitadas pela doença, a Uniderp criou o Ambulatório de Fisioterapia pós-Covid-19, dedicado ao tratamento de indivíduos com comprometimentos funcionais moderados e graves.

O serviço é gratuito e destinado a pessoas com até dois salários mínimos. Os agendamentos deverão ser feitos pelo telefone 99613-3710, das 8h às 12h.

Para a primeira consulta, será preciso levar os documentos pessoais, encaminhamento médico de tratamento das sequelas, bem como, a carta de alta e os exames.

"O paciente passará por duas sessões de avaliação: uma para anamnese (entrevista) e outra para análise física e respiratória. No terceiro encontro, os profissionais apresentarão o plano de intervenção (tratamento) individualizado", explica o professor do curso de Fisioterapia da Uniderp, Melk Mussato.

Em funcionamento desde o dia 21 de setembro no campus da avenida Ceará, a clínica conta com acadêmicos do último semestre do curso de Fisioterapia que realizam o atendimento supervisionados por professores.

Conforme a assessoria, os primeiros pacientes foram encaminhados pelo Hospital Regional, unidade referência para o tratamento da doença no Estado conveniada com a Uniderp para estágio de acadêmicos na área de saúde.

Serviço

Uniderp | Ambulatório de Fisioterapia pós-Covid-19

Local: unidade Matriz - Anexo D

Agendamentos: 99613-3710

Deixe seu Comentário

Leia Também

PF combate fraudes na compra de material contra covid-19 em Minas
Ministério da Justiça monta sistema de acompanhamento do Enem
IBGE: obesidade mais do que dobra na população com mais de 20 anos
Corumbá é a cidade com mais gado do Brasil e teve mais queimadas, diz UFMG
Caixa paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
Brasil tem 661 mortes por covid em 24h e total se aproxima de 155 mil
Nunes fala de independência de Poderes e ativismo judicial, no Senado
Homem 'soca' guarda civil na Rodoviária e acaba preso em Campo Grande
Bandidos estão andando com máquinas de cartões para aproximar e roubar vítimas
Rapper é processado por abuso sexual infantil