Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Prefeitura suspende licitação de R$ 5,9 milhões para informatizar veículos

03 dezembro 2019 - 11h15Por MidiaMax

A licitação que prevê informatização da frota de veículos da Prefeitura de Campo Grande foi suspensa nesta terça-feira (3). A previsão era de gasto de até R$ 5.999,057,90.

Segundo comunicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o motivo da suspensão é tempo insuficiente para respostas às impugnações feitas por empresas. As propostas seriam abertas nesta terça.

O regime de empreitada por preço unitário será adotado para atender várias secretarias e demais órgãos, como fundações e autarquias. Para essas, o valor do investimento previsto é de R$ 2.764.812,85, enquanto R$ 3.234.245,05 devem ficar para secretarias.

A pasta que prevê o maior gasto é a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), com custo de peças, mão de obra e taxa de administração – fixada em 1,25% – orçado em R$ 2.318.569,25. Em seguida aparece a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), com R$ 775.674,92.

PGM (Procuradoria Geral do Município) e IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) aparecem como as pastas com alvo de menor investimento na frota de veículos, cada uma com, respectivamente, R$ 6.451,95 e R$ 6.451,59.

Especificada como licitação para “contratação de empresa para prestação de serviços de implantação e operação de sistema informatizado e integrado para gestão da frota de veículos”, o certame inclui tecnologia de cartão magnético, etiquetas ou tag para serviços de manutenção preventiva e corretiva dos veículos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com gasolina mais cara, inflação volta a subir em Campo Grande
MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença
Avó de esposa de Bolsonaro continua internada com coronavírus
MPMS vai investigar denúncias de irregularidades em ‘curso de bombeiro mirim’ em Campo Grande
Proibida de participar de licitação, empresa ganha pregão de R$ 60 milhões com a Sefaz-MS
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Duas jovens paulistas são presas em MS com malas recheadas de maconha
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Frio começa a ir embora no fim de semana em Mato Grosso do Sul
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital