Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Há 2 anos sem reajuste, motoristas de ônibus pedem 13% para repor perdas salariais

02 dezembro 2019 - 09h00Por MidiaMax

Os motoristas de ônibus negociam reajuste salarial com o Consórcio Guaicurus nesta segunda-feira (2) em Campo Grande. Esta será a terceira rodada de negociações e acontece com a aproximação da data-base do reajuste da tarifa no transporte coletivo. A categoria não tem reajuste há dois anos.

A última reunião foi realizada no dia 27 de novembro, entre empresários e o STTCU (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo Urbano de Campo Grande). Conforme a ata da negociação, o representante da Setur (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de MS), João Resende Filho, afirmou que a prefeitura deveria acompanhar a discussão salarial porque causaria impacto na tarifa. Entretanto, os motoristas de ônibus não concordam com a vinculação de salários com a tarifa do transporte.

“Estão falando que o aumento de salário pode impactar na tarifa, mas não tem nada a ver. A nossa data-base era junho, mas mudaram para novembro, para que pudesse ser perto da negociação da tarifa”, opina um motorista de ônibus, que não quis se identificar.

A proposta das empresas de ônibus ficou em um reajuste de 2,55%, mas a categoria requer aumento de 13%. Além disso, os motoristas ainda pedem horas extras com 75% acima da hora normal, adicional noturno de 50% vale gás mensal e vale alimentação de R$ 170.

Os motoristas do transporte coletivo estão insatisfeitos com a propostas dos empresários e afirmam que há possibilidade de greve caso saiam prejudicados nas negociações. “Ultimamente, só estamos perdendo, o salário diminuindo e o benefício caindo. Não queremos que o transporte coletivo pare aqui em Campo Grande, mas se for necessário, temos que parar. Eles têm que ser impactados também”, diz um motorista.

A terceira rodada de negociações está marcada para esta segunda-feira (2), às 10 horas, no Sest Senat.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresa vence licitação de R$ 1,6 milhão para reforma do Detran em Dourados
Padre que atendeu feminicida antes de morte na igreja pede às pessoas para ‘se abrirem’
Polícia investiga PMs por denúncia de agressão à mulher negra em SP
Coronavírus: Pfizer e BioNTech recebem ‘fast track’ para 2 possíveis vacinas nos EUA
Em julgamento de recurso, Justiça livra prefeito de Laguna Carapã de acusação de nepotismo
Em retaliação aos EUA, Pequim coloca senadores republicanos em ‘lista negra’
Esposa de John Travolta morre aos 57 anos
Idosa de 64 anos é mais uma paciente a perder a batalha contra covid-19 em Campo Grande
Marido é preso por estuprar mulher duas vezes após a agredir e deixar inconsciente
Funcionários reclamam de falta até de papel toalha no HRMS, referencia para coronavírus