Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 99820-0742
Set
Campo Grande

Enfermeiro é esfaqueado por homem em surto no Caps

12 setembro 2019 - 08h15Por MidiaMax

Enfermeiro que atua no Caps (Centro de Atenção Psicossocial) do Aero Rancho, unidade anexada ao CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro, foi esfaqueado três vezes na tarde desta quarta-feira (11), por um suposto paciente que estava em surto. O agressor foi contido pela Guarda Civil Municipal, segundo informações da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

A Sesau relatou que o plantonista trabalhava no local, quando o agressor chegou e de forma repentina passou a atacá-lo com um objeto cortante, ferindo-o no tórax e nas costas. A vítima recebeu os primeiros atendimento na unidade e foi encaminhada para a Santa Casa em condição estável. No entanto, deve passar por exames complementares para melhor avaliação.

Não é descartada necessidade de cirurgia. O suspeito foi contido pelos guardas e aparentava estar em surto. A Sesau informou que ele seria encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da Área, para prestar esclarecimentos. Além disso, a secretaria lamentou o ocorrido e afirmou que tem adotado medidas para garantir a segurança dos servidores, para que possam desempenhar suas funções com tranquilidade.

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Corumbá esta tomando medidas referente ao Novo Corona Vírus Natalia Leal Capille Serra 26 de fevereiro de 2020
Mulher flagra marido na cama com amante e ele acaba preso com faca
Suspeito de roubo morre durante perseguição policial na fronteira
Ministério da Saúde quer antecipar vacinação contra gripe
Na maior rodoviária de MS, confirmação de coronavírus em SP não muda volta do Carnaval
Cirurgião plástico que sumiu após festa no Damha reaparece e está bem
Bolsonaro é fortemente criticado após divulgar vídeo com chamado para manifestação
Há mais novos casos fora da China do que no país, mas não há necessidade de pânico, diz OMS
Bovespa despenca mais de 5% na reabertura dos mercados no Brasil
Governo de SP cria centro de contingência para monitorar casos suspeitos de coronavírus