Menu
Busca quinta, 02 de abril de 2020
(67) 99820-0742
Corona

Durante pandemia, Justiça do Trabalho de MS agiliza pagamento de R$ 8 milhões a trabalhadores

25 março 2020 - 14h00Por Midiamax

O TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 24ª Região, que atende a jurisdição de MS, está viabilizando o pagamento de R$ 8.109.770,35 para trabalhadores de Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas.

O dinheiro é referente a direitos trabalhistas que já haviam sido reconhecidos e julgados pela Justiça do Trabalho em 302 processos, mas as empresas ainda não tinham efetuado o pagamento aos reclamantes.

“Nesse período de quarentena estamos priorizando o pagamento, até para que os beneficiários possam enfrentar, com mais dignidade, essa fase temporária de segregação sanitária. Pretendemos pagar todos os trabalhadores até o dia 31 deste mês, encaminhando os alvarás ao banco para posterior transferência aos destinatários”, explica o juiz do trabalho Marcio Alexandre da Silva, coordenador do CEPP =(Centro de Execução e de Pesquisa Patrimonial) do Tribunal.A liberação dos recursos foi possível pelo Plano Especial de Pagamento Trabalhista, que viabiliza o pagamento parcelado do débito, sempre que o executado não possuir capacidade financeira de arcar com a dívida consolidada sem comprometer a continuidade da atividade econômica

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Jovem de 21 anos morre em hospital de Dourados com suspeita de coronavírus
Presidente das Filipinas manda “atirar para matar” quem desrespeitar isolamento
Covid-19: governo aprova medidas para área da assistência social
Com tornozeleira em falta, policial da Máfia do Cigarro fica sem monitoramento
Votorantim doa 500 máscaras para Secretaria Municipal de Saúde
Polícia Militar prende homem após assalto no bairro universitário em Corumbá
Polícia Civil descobre central de álcool em gel falsificado em SP
Câmara de Campo Grande aprova R$ 5,2 milhões para entidades; confira lista
Marido é preso após dar soco no rosto da mulher que estava com filho no colo
Trio arromba loja de roupas na Duque de Caxias e deixa prejuízo de R$ 7 mil