Menu
Busca sábado, 14 de dezembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Vereadores aprovam empréstimo de R$ 96 milhões para corredores de ônibus

03 dezembro 2019 - 15h30Por MidiaMax

Vereadores aprovaram por 23 votos favoráveis e um contrário projeto que libera empréstimo de R$ 96 milhões para implantação de corredores de ônibus em avenidas de Campo Grande. Durante a votação, houve pedido polêmico de vereador para esvaziamento da sessão.

O único voto contrário ao projeto foi do vereador André Salineiro (PSDB). Lívio Viana, também tucano, pediu para que colegas saíssem do plenário e não votassem a ideia. A postura contrária da oposição se deu em razão de críticas a prefeitura. “Tem que juntar dinheiro para fazer obras e não pedir empréstimo”, alfinetou Vinicius Siqueira (DEM).

Ainda na tentativa de não ter a aprovação do projeto, Siqueira usou de mecanismo para obstruir a pauta. A estratégia tinha como objetivo permitir que apenas líderes de bloco votassem o projeto. O mecanismo não surtiu tanto efeito porque Siqueira não lidera bloco com outros vereadores. Por fim, Siqueira se absteve de votar. Cida Amaral (Pros) e Lídio Lopes (Patri) também ficaram ausentes do plenário e não votaram.

Em defesa ao projeto, Otávio Trad (PTB) pediu aos colegas que votassem a favor do empréstimo. “Não desconstruam o que estamos querendo construir, não esvaziem o plenário”.

O projeto

Com aprovação pelos vereadores, o projeto será submetido à Caixa Econômica Federal. Nesta segunda-feira (14), o presidente da Casa de Leis, vereador João Rocha (PSDB), publicou aviso de recebimento do projeto – que deve começar a ser analisado na terça-feira (15).

Segundo o texto, as obras contemplam a Avenida Cônsul Assaf Trad, com custo de R$ 32 milhões; Avenida Coronel Antonino, R$ 6,7 milhões; Avenida Mato Grosso, R$ 12,6 milhões; Rua Alegrete, R$ 20,8 milhões e Rua 25 de Dezembro, que prevê investimento de R$ 77,6 milhões. Estas são vias correspondem ao corredor norte.

No sul, o recurso pleiteado vai para a Rua Rui Barbosa, com custo de R$ 9 milhões e Avenida Costa e Silva, estimado em R$ 17,3 milhões. Também estão relacionados projetos nas vias já citadas que, somadas, totalizam R$ 96 milhões.No entendimento do município, as obras vão contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população. O recurso é exclusivo para corredores de transporte coletivo e será destinado ao programa Pró-Transporte, Avançar Cidades.

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Filipina é presa por estelionato em Dourados
Dupla é presa após ser flagrada por PM enquanto assaltava na avenida Bandeirantes
Motorista embriagado bate em carro estacionado e esposa se machuca na rua Brilhante
Sem arrecadar R$ 26 milhões, novas taxas querem reduzir em até 30% valores de registro de imóveis
Corumbá realiza a última campanha de doação de sangue do ano
No Dia do Marinheiro, prefeito destaca atuação da Marinha na região pantaneira
Dia “D” de Combate a Dengue movimenta a praça Ceu
Vereador sugere estudos para substituição das lajotas por asfalto em ruas do centro
Vereador pede mais segurança no Aeroporto e no Padre Ernesto Sassida
Huck entrega R$ 1 milhão a campo-grandense e destaca gratidão a Cidade Morena