Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
(67) 99820-0742

Trans é espancada após se negar a fazer programa de graça

28 setembro 2020 - 11h00Por Top Midia News

A transexual Julia Monteiro Candor, 28 anos foi brutalmente agredida na noite deste domingo  (27) ao negar manter relação sexual com um cliente de graça. O caso ocorreu em um ponto da avenida Clodoaldo Garcia em Três Lagoas. 

Juliana gravou um vídeo no perfil do Facebook e contou sobre as agressões enquanto estava trabalhando. Ela cita que o agressor estava uniformizado e pilotava uma moto modelo Biz de cor branca. 

"Boa noite gente venho através desse post relatar uma agressão que sofri ontem a noite no meu expediente noturno.
Estava eu no meu local de trabalho, onde se aproximou um indivíduo moreno meio gordo aparentemente com uma idade entre 30 a 35 anos, com uma mochila na costa, pilotando uma Biz de cor branca e com uniforme da empresa Casa Grande Transportadora no qual dizia ser caminhoneiro da mesma. Pois bem! Chegou até mim no meu ponto prostíbulo querendo o meu serviço e, ao mesmo tempo, dizendo querer no 0800, pois estava sem dinheiro, iniciamos ali uma discussão, pois todos sabem que nem relógio trabalha de graça. Eu dizia todo tempo que eu não trabalharia dessa forma. Foi então que ele se aproximou e começou me agredir, me segurando e me dando socos resultando nas imagens abaixo. Peço que caso alguém conheça o cidadão entre em contato comigo via inbox! Grata", disse a transexual três-lagoense.

A publicação já possui dezenas de compartilhamentos e comentários de revolta sobre o caso que ainda não possui registro oficial na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PF combate fraudes na compra de material contra covid-19 em Minas
Ministério da Justiça monta sistema de acompanhamento do Enem
IBGE: obesidade mais do que dobra na população com mais de 20 anos
Corumbá é a cidade com mais gado do Brasil e teve mais queimadas, diz UFMG
Caixa paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
Brasil tem 661 mortes por covid em 24h e total se aproxima de 155 mil
Nunes fala de independência de Poderes e ativismo judicial, no Senado
Homem 'soca' guarda civil na Rodoviária e acaba preso em Campo Grande
Bandidos estão andando com máquinas de cartões para aproximar e roubar vítimas
Rapper é processado por abuso sexual infantil