Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Tornado que atingiu sul de MS é fenômeno raro e não pode ser previsto

02 dezembro 2019 - 17h30Por MidiaMax

Conhecido como landspout, o tornado que atingiu a região de Fátima do Sul e Vicentina, no último sábado (30), é um fenômeno raro no Brasil e em Mato Grosso do Sul e por essa razão não podem ser previstos.

De acordo com o Cemtec-MS (Centro de Monitoramento, do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul), os tornados se formam com muita rapidez da mesma forma e se dissipam da mesma forma, e isso também dificulta a previsão. “Sempre que uma nuvem cumulunimbus – nuvem de tempestade – se formar existe a possibilidade de formação de um tornado momentâneo”, explica o Cemtec-MS.

“O landspout é um tornado que não surge da rotação organizada em escala de tempestade e, portanto, não está associado a uma nuvem de parede ou a um mesociclone. Geralmente como não mais do que um turbilhão de poeira.”, ressaltou o Centro de Monitoramento em sua página no Facebook.

Ao Jornal Midiamax, o meteorologista Natálio Abrão, informou que o fenômeno pode ser forte e costuma impactar árvores que estejam próximas.

Na região de Fátima do Sul, de acordo com o Corpo de Bombeiros, houve registro da queda de uma árvore durante o tornado. A reportagem tentou contato com a Prefeitura das duas cidades por telefone, mas não teve retorno.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresa vence licitação de R$ 1,6 milhão para reforma do Detran em Dourados
Padre que atendeu feminicida antes de morte na igreja pede às pessoas para ‘se abrirem’
Polícia investiga PMs por denúncia de agressão à mulher negra em SP
Coronavírus: Pfizer e BioNTech recebem ‘fast track’ para 2 possíveis vacinas nos EUA
Em julgamento de recurso, Justiça livra prefeito de Laguna Carapã de acusação de nepotismo
Em retaliação aos EUA, Pequim coloca senadores republicanos em ‘lista negra’
Esposa de John Travolta morre aos 57 anos
Idosa de 64 anos é mais uma paciente a perder a batalha contra covid-19 em Campo Grande
Marido é preso por estuprar mulher duas vezes após a agredir e deixar inconsciente
Funcionários reclamam de falta até de papel toalha no HRMS, referencia para coronavírus