Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Parceria vai consertar respiradores parados para atender pacientes com coronavírus em MS

05 abril 2020 - 11h30Por Midiamax

Uma parceria anunciada em Mato Grosso do Sul vai ajudar no reparo de respiradores que estão sem uso em unidades de saúde no Estado, em um momento no qual a aquisição de novos equipamentos esbarra na alta demanda e falta de novos equipamentos no mundo, em meio à pandemia de coronavírus (Covid-19). A princípio, cerca de 70 máquinas devem ser vistoriadas para verificar a possibilidade de conserto, usando peças fabricadas em impressoras 3D.

O acordo envolve a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Fiems (Federação das Indústrias do Estado) e Energisa, que se comprometeram a consertar respiradores hospitalares que dependem de manutenção e possam ser usados em pacientes com a Covid-19.

Caberá ao Governo do Estado levantar o volume de equipamentos dependendo de manutenção, enquanto a Energisa os transportará até o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) de Campo Grande, que usará unidades móveis para fazer a higienização e reparo.

Rodolpho Mangialardo, diretor-regional do Senai, explicou que as máquinas passam por higienização antes de serem manuseadas para evitar contágio pelos colaboradores, que receberão EPIs (equipamentos de proteção individual) para realizar o trabalho.

Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende explicou que as atividades atenderão normas de saúde e segurança, bem como de Segurança do Trabalho. “Vamos inicialmente focar nos respiradores que necessitam de manutenções mais básicas e, daqui a alguns dias, colocar nossas atenções aos respiradores que necessitam de reparos mais complexos, lembrando que dependendo da necessidade, temos capacidade para produzir peças em impressora 3D para esses equipamentos”, explicou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Espanha reabrirá fronteiras terrestres com Portugal e França neste mês
José de Abreu é desligado da Globo após 40 anos
Preso de 43 anos é suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann em 2007
Caixa libera hoje saque da 2ª parcela dos R$ 600 para nascidos em maio
Falha no sistema teria atrasado pagamento para quem teve salário reduzido durante pandemia
Contrabandista é preso em hotel com celulares Xiaomi e vídeo games
Prefeitura de Corumbá recebe doação de EPIs do Lions Club Internacional
Alívio da dívida para países pobres pode se estender após final do ano
Menos de 25% das ocupações no Brasil têm potencial de teletrabalho
Sem pediatras, Maternidade Cândido Mariano deve fechar UTI neonatal nos próximos 30 dias