Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
(67) 99820-0742
Set

MPE alega 'flexibilização' e deixa força-tarefa do toque de recolher em Campo Grande

01 agosto 2020 - 09h30Por Topmidia

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul deixou, nesta sexta-feira (31), a força-tarefa que fiscalizava a obediência do toque de recolher em Campo Grande. O motivo foi que a Prefeitura da Capital flexibilizou as normas. 

Em nota, a instituição destacou que  ''O Ministério Público colaborou com a fiscalização do Decreto Municipal que estabeleceu regras que se encerram nesta sexta-feira. Com as novas regras, o MPMS vai atuar em outras frentes no combate à COVID-19''. 

De acordo com a Prefeitura e o próprio Ministério Público, a saída do MPE da força-tarefa já estava programada e teria duração de cerca de duas semanas. 

Promotores do MPE passaram a atuar junto com a Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar e Vigilância Sanitária na noite do dia 20 de julho. Naquela época, o toque de recolher começava às 20 h e ia até às 5h do dia seguinte. 

A partir desta sexta-feira (31), a medida entra em vigor às 21h e vai até às 5h do dia seguinte. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Suspeito faz gambiarra para esconder pistola debaixo de banco e despistar polícia
Musa da Bala que vendia drogas pela internet com entrega em casa é presa
Moradores encontram corpo de rapaz executado com vários tiros em Paranhos
Duas pessoas morrem em acidente de trânsito na Lúdio Martins Coelho
Avião se parte ao meio durante aterrissagem na Índia
Pandemia fez com que pai acompanhasse nascimento do filho por videochamada
TJMS mantém condenação a casal por falsidade ideológica em licitação
Funcionários protestam contra demissões e terceirização na Energisa em Mato Grosso do Sul
Mato Grosso do Sul tem recorde de mortes por coronavírus e 514 internados
Filha de cantora Vanusa pede ajuda de R$ 150 mil para comprar casa para viver com a mãe