Menu
Busca domingo, 26 de janeiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Ministério habilita só dois leitos de UTI em MS e em hospital que não existe

14 janeiro 2020 - 15h18Por Campo Grande News

O ministério da Saúde divulgou habilitação de 1.424 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em todo o País no ano passado. Segundo a pasta federal, dois deles foram autorizados a funcionar em Mato Grosso do Sul. Porém, em hospital que não existe.

 

Em nota, o ministério chefiado pelo campo-grandense Luiz Henrique Mandetta (DEM) informou que o Hospital Santa Rosa, de Dourados, foi beneficiado com habilitação de dois leitos de UTI. Mas a casa de saúde fechou as portas em 2011.

O hospital esteve no centro do escândalo, ocorrido no primeiro ano da administração do então prefeito douradense, Ari Artuzi (morto em 2013), que atingiu também ex-integrantes da administração anterior, de Laerte Tetila.

Conforme denúncias do MPMS (Ministério Público Estadual), o hospital foi arrendado de forma fraudulenta pela prefeitura, para funcionar como maternidade. Quando Artuzi assumiu a prefeitura, em janeiro de 2009, as irregularidades continuaram.

Na época, a Justiça decretou a indisponibilidade de todos os bens dos acusados, incluindo o Santa Rosa, localizado na Rua João Vicente Ferreira, área nobre de Dourados.

Em 2011, como reflexo da Operação Owari, da Polícia Federal, a prefeitura teve de romper o contrato com o Hospital Santa Rosa e transferir a maternidade pública para o HU (Hospital Universitário).

O Santa Rosa pertence à família Uemura, envolvida na operação da PF que levou políticos e empresários douradenses para a cadeia em junho de 2009.

O ministério da Saúde havia informado que as habilitações são referentes a pedidos de gestores locais. Para o Estado, as duas solicitações pendentes, de UTI Adulto, seriam para o Santa Rosa.

A reportagem voltou a procurar a pasta para repercutir o caso, mas não recebeu resposta até a publicação da matéria.

 

O titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Geraldo Resende (PSDB), reconheceu que o hospital não funciona mais.

 

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Idosa cai de escada e morre ao bater cabeça na calçada
Com estoque no Hemosul baixo, família pede doações para criança com leucemia
Por ‘ciúmes’, homem de 39 espanca e fere com facada namorada de 19 anos
Motorista de aplicativo invade canteiro, derruba placa e bate em 2 carros
Prefeitura lança Carnaval; expectativa é de crescimento na movimentação financeira da cidade
Com duas atrações nacionais, carnaval 2020 terá extensa programação
Mudanças climáticas podem fazer ventos atingir 150 km/h em MS
Deputado paraguaio tem casa alvejada por 30 tiros de fuzil na fronteira
Saúde investiga se mulher de 52 anos é a 5ª vítima da dengue no Estado
China constrói hospital de mil leitos como parte do esforço do país contra o novo coronavírus