Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99820-0742
Set

Jovem é assassinado com tiro na boca ao defender a tia de agressor que invadiu casa

14 julho 2020 - 12h00Por Midia Max

Na noite de segunda-feira (13), Renan Machado dos Santos, de 18 anos, foi assassinado a tiro em Mundo Novo, cidade a 462 quilômetros de Campo Grande. Ele tentava defender a tia quando o suspeito atirou na boca da vítima, que chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito entrou na casa da família perguntando por um dos moradores, mas ninguém respondeu. Este homem estava armado com uma pistola e usava um capacete e assim que questionou sobre a vítima alguns moradores correram e pularam os muros das casas vizinhas.

Em seguida, ao perceber que seria vítima dos disparos, o tio de Renan entrou em luta corporal com o criminoso. Assim, chegou a derrubar a arma de fogo no chão e logo correu e também pulou muros das casas vizinhas para fugir. No entanto, Renan e a tia ficaram na residência.

O suspeito então foi até a tia do jovem, a segurou pelo pescoço e Renan a defendeu. Foi neste momento que o suspeito atirou, atingindo o rapaz na boca. Uma equipe ainda socorreu Renan, mas ele não resistiu e morreu.

Ainda não há informações sobre o autor do crime ou a motivação e o caso é tratado como homicídio simples. No local foram apreendidas munições deflagradas .45.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 11 milhões
Produção industrial cresce em 14 locais em junho, diz IBGE
INSS amplia serviço alternativo para receber documentação de segurados
Ipea: consumo aparente de bens industriais cresce 5,2% em junho
Proibido consumo de bebidas em bares e locais públicos de Campo Grande
Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE
Rio testará marcação de lugar na praia por aplicativo
CBF anuncia novas datas de confrontos da 3ª fase da Copa do Brasil
Internacional Covid-19: Nova Zelândia põe maior cidade em lockdown após 102 dias
Senai já entregou mais de 2 mil respiradores recuperados a hospitais