Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99820-0742
Set

Imagens de bebê resgatado durante temporal em São Gonçalo, RJ, viralizam na internet

14 janeiro 2020 - 15h00Por G1

Imagens de um bebê sendo resgatado durante o alagamento provocado por um temporal em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, nesta segunda-feira (13) viralizaram na internet.

As imagens mostram um homem carregando o bebê com os braços para o alto. De acordo com a mãe da criança, foram os próprios vizinhos que ajudaram no resgate da filha dela e de outras vítimas.

“A casa foi até o teto de água. A gente perdeu tudo. Graças a Deus a gente só não perdeu a vida das crianças, nem de ninguém, mas é horrível. A cena lá embaixo é de água até o teto”, afirmou a Rayane, mãe da bebê Ayla.

"Os moradores que ajudaram a gente a sair. Meu esposo foi resgatado pelos bombeiros. Estava com correnteza, ele não conseguir sair, mas a maioria foram os moradores que ajudaram a sair”, explicou Rayane.

Um outro morador, conhecido pelos vizinhos como Guga, utilizou um trator para ajudar no resgate de vizinhos durante o alagamento. “Eu fui trabalhar e, de repente, vi aquela situação. Eu olhei e disse: ‘não, são seres humanos’. Aí fui pra lá ajudar. Carreguei mais de 30 pessoas. Ia e voltava, ia e voltava”, contou o vigilante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Militar de Corumbá prende homem com mandado de prisão em aberto no bairro Aeroporto
Planos de saúde vão cobrir exames para detecção do novo coronavírus
Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Homem envia fotos nuas da ex-mulher em aplicativo e acaba preso em Anaurilândia
Cloroquina 'some' das farmácias e preço vai às alturas; pacientes com lúpus são prejudicados
Comerciante é executado a tiros enquanto aguardava em semáforo na fronteira
Com mais de mil casos em 24h, MS tem 34,5 mil infectados e 570 mortes por coronavírus
Concurso público com salários de até R$ 3,1 mil prorroga prazo de inscrições
Paranaíba: donos de veículos apreendidos pela polícia têm prazo de 30 dias para evitar leilão
Campo Grande é 5ª cidade mais infiel na pandemia, diz aplicativo