Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Diego Costa pode ser preso por fraude fiscal na Espanha, dizem procuradores

30 maio 2020 - 11h30Por Midia Max

Procuradores da Espanha afirmaram nesta sexta-feira que podem pedir a prisão do atacante Diego Costa por até seis meses, sob acusação de fraude fiscal no país europeu. O jogador do Atlético de Madrid também poderá receber multa de 507.208 euros (cerca de R$ 2,9 milhões).

Apesar do pedido dos procuradores, Diego Costa tem chances remotas de ser preso porque na Espanha sentença menores de dois anos podem ser suspensas pela Justiça. O brasileiro, naturalizado espanhol, será julgado na quinta-feira da próxima semana.

Ele é acusado de não pagar mais de 1.014.416 de euros (R$ 5,8 milhões) em impostos relativos a direitos de imagem no valor de 5,1 milhões de euros. Ele não teria declarado estes ganhos em seu imposto de renda em 2014.A Justiça espanhola tem se debruçado sobre diversas casos de evasão fiscal cometidos por jogadores de futebol nos últimos anos. Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e o técnico José Mourinho estiveram entre os investigados. Nenhum deles foi preso, mas todos pagaram pesadas multas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com gasolina mais cara, inflação volta a subir em Campo Grande
MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença
Avó de esposa de Bolsonaro continua internada com coronavírus
MPMS vai investigar denúncias de irregularidades em ‘curso de bombeiro mirim’ em Campo Grande
Proibida de participar de licitação, empresa ganha pregão de R$ 60 milhões com a Sefaz-MS
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Duas jovens paulistas são presas em MS com malas recheadas de maconha
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Frio começa a ir embora no fim de semana em Mato Grosso do Sul
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital