Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99820-0742

Desértico: Com onda de calor histórica, cidades registram umidade abaixo de 10% em MS

29 setembro 2020 - 11h30Por Midia Max

Após alerta de onda de calor “extraordinária” em , também vem o alerta para a saúde. Com as temperaturas acima dos 40°C esta semana, a umidade relativa do ar fica entre 10% a 15%, nas regiões centro-norte e Pantanal, nesta terça-feira (29). Os picos de baixa umidade devem ocorrer entre às 13h e 14h, aponta o meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de ), Heráclio Alves.

Na lista entre os índices mais baixos para esta terça, está a cidade de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, e toda a região pantaneira – que já vem sofrendo com as queimadas -, como as cidades de Ladário, Sonora, Coxim, Miranda. Pedro Gomes e São Gabriel do Oeste. Já no centro-norte de MS, se enquadram as cidades que fazem divisa com Goiás, como Alcinópolis, Chapadão do Sul, Costa Rica e Cassilândia.

O extremo sul de  deve registrar a umidade relativa do ar mais alta em comparação com as outras regiões. No entanto, registra umidade relativa do ar em torno de 40%, o que ainda não está dentro do esperado. O índice ideal, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) – varia entre 50% e 80%.

De acordo com o meteorologista Heráclio Alves, a umidade começa a baixar por volta das 10 horas desta terça. “Ela começa a baixar por volta das 10h, mas os picos mesmo devem ocorrer entre às 13h e às 14h”, explicou. Até o dia 11 de outubro – data em que está prevista chuva -, o clima segue ‘desértico’ no Estado.

Para tentar amenizar o tempo seco, tenha  dentro da casa. Elas podem ser grandes aliadas na climatização do ambiente e isso só é possível graças ao poder de reter e liberar umidade. Tome banho com a porta aberta; coloque uma bacia com água no quarto; utilize umidificadores de ar e o mais indicado, beba muita água.

Onda de calor “extraordinária e histórica”

Nesta segunda-feira (28), a MetSul  emitiu alerta de onda de calor “extraordinária e histórica, com recordes no Brasil”. Conforme dados divulgados, entre quarta (30) e sexta-feira (1), em , segundo o modelo de medição de temperatura norte-americano GFS, chega a indicar máximas de 43ºC a 45ºC a partir de quarta-feira. Em Campo Grande, o MetSul alerta que “as máximas com folga superarão os 40ºC”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Motorista morre ao cair em córrego e ter caminhonete crivada de balas em Campo Grande
Seguindo os passos do avô, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
Candidato a prefeito diz à polícia que carro foi 'peneirado' de tiros
Ladrão é preso minutos depois de cometer assalto no Universitário
Homem é espancado a pauladas e abandonado à própria sorte em Três Lagoas
Acidente entre carro e carreta deixa três mortos na BR-262
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Homem leva golpes de facão na cabeça em Dourados
Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da CoronaVac