Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Covid-19: eliminatórias asiáticas para Copa do Mundo são adiadas

12 agosto 2020 - 16h30Por Agencia Brasil

As partidas das eliminatórias da Ásia para a Copa do Mundo do Catar em 2022 foram adiadas para o ano que vem devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), afirmaram a Fifa e a Confederação Asiática de Futebol em um comunicado nesta quarta-feira (12).

A segunda rodada das eliminatórias asiáticas estava originalmente programada para outubro e novembro, mas não irá acontecer por causa da "situação da covid-19 em muitos países".

É a segunda vez que as eliminatórias, que também servem como caminho para a Copa da Ásia de 2023 na China, são adiadas, já que os jogos de março e junho também foram adiados devido à pandemia.

"Com o objetivo de proteger a saúde e a segurança de todos os participantes, a Fifa e a confederação asiática continuarão trabalhando juntas para monitorar de perto a situação na região e identificar novas datas para os respectivos jogos de qualificação", disse o comunicado

A confederação asiática também suspendeu sua principal competição de clubes, a Liga dos Campeões da Ásia (ACL), no início de março, por causa da pandemia de covid-19.

O Catar será o centro regional para partidas na Ásia Ocidental quando a ACL for retomada em 14 de setembro. A Malásia foi indicada como sede na Ásia Oriental, com jogos na região programados para reiniciar em outubro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Depois de quase um mês estável, taxa de letalidade volta a aumentar em MS
Governo anuncia Renda Cidadã, com recursos de precatórios e do Fundeb
Para impedir avanço do fogo, Operação Pantanal II adota nova estratégia
51 prefeitos de Mato Grosso do Sul disputam a reeleição em 2020
'Lula' e 'Bolsonaro' disputam vagas para vereador em todo Brasil
Esacheu sugere educação focada no mercado de trabalho
Trans é espancada após se negar a fazer programa de graça
Homem se mete em briga e acaba esfaqueado pelas costas
Fundação tem 25 vagas de pedreiro com salários que vão até 4 mil
Presidente do Comercial, empresário Valter Magnini morre de covid-19