Menu
Busca domingo, 26 de janeiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Covas sanciona lei que proíbe estabelecimentos de fornecer utensílios plásticos descartáveis na cidade de SP

13 janeiro 2020 - 17h00Por G1

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), sancionou na manhã desta segunda-feira (13) uma lei municipal que proíbe estabelecimentos comerciais da cidade de fornecerem utensílios plásticos aos clientes, como copos, facas, garfos, pratos, mexedores de bebida e varas para balões (amarras para bexigas em festas infantis).

Os produtos plásticos deverão ser trocados por similares de material biodegradável, compostáveis ou reutilizáveis.

Os estabelecimentos proibidos de distribuir são hotéis, restaurantes, bares e padarias, além de espaços para festas infantis, clubes noturnos, salões de dança e eventos culturais e esportivos.Os estabelecimentos terão, segundo a lei, até janeiro de 2021 para se adequar à norma.Quem descumprir, após este prazo, será multado. A multa pode variar de R$ 1 mil a R$ 8 mil e levar até ao fechamento do estabelecimento, em caso de reincidência.

 

O projeto de lei 99/2019 foi aprovado pela Câmara de Vereadores, em segunda votação, em novembro de 2019. A primeira votação aconteceu em 18 de setembro daquele ano. O projeto é de autoria do vereador Xexéu Tripoli (PV).

"Quando eu sancionei a lei que proibia canudos plásticos na cidade de São Paulo (em junho de 2019), questionavam se a lei pegaria. Hoje, a lei ainda não foi regulamentada mas não se vê mais canudos plásticos na cidade", disse Bruno Covas no momento da sanção.

 

"A lei transformou a cultura da nossa população", afirmou o prefeito sobre a retirada de canudos plásticos em São Paulo.

 

"As pessoas vão abrir mão de um conforto individual para termos um mundo melhor para nossos filhos. Este é o compromisso ambiental desta geração com as futuras gerações", acrescentou Covas.

Segundo a Prefeitura, 16,9% do material que é levado para aterros públicos na cidade compõe-se de plásticos. Aproximadamente 635 mil toneladas de plástico são recolhidos de domicílios da cidade por ano.

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Idosa cai de escada e morre ao bater cabeça na calçada
Com estoque no Hemosul baixo, família pede doações para criança com leucemia
Por ‘ciúmes’, homem de 39 espanca e fere com facada namorada de 19 anos
Motorista de aplicativo invade canteiro, derruba placa e bate em 2 carros
Prefeitura lança Carnaval; expectativa é de crescimento na movimentação financeira da cidade
Com duas atrações nacionais, carnaval 2020 terá extensa programação
Mudanças climáticas podem fazer ventos atingir 150 km/h em MS
Deputado paraguaio tem casa alvejada por 30 tiros de fuzil na fronteira
Saúde investiga se mulher de 52 anos é a 5ª vítima da dengue no Estado
China constrói hospital de mil leitos como parte do esforço do país contra o novo coronavírus