Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99820-0742

Combate às queimadas no Pantanal ganha reforço de 120 brigadistas e bombeiros

29 setembro 2020 - 15h30Por Top Midia News

O combate aos incêndios na região do Pantanal ganhou reforço de 120 bombeiros e brigadistas, que vão começar a atuar já nesta sexta-feira (29). O incremento nas ações ocorre após agravamento na situação da região. 

O anúncio do reforço foi feito por Jaime Verruck, titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar. 

“Tivemos um final de semana de situação extremamente dramática, saímos sexta-feira de 17 focos no Estado para mil focos no sábado em várias regiões. Então, continua preocupante, continua em alerta e os próximos dias serão de muita seca, baixa umidade e de grande risco de incêndio em todo o Estado”, disse ele.

Serra do Amolar

Conforme o Governo, 65 homens combatem os incêndios na região da Serra do Amolar. Entre eles estão brigadistas do Ibama, ICMBio, além de bombeiros de MS e do PR e marinheiros. 

Nesta segunda-feira, 28, às 15h, uma guarnição atendeu emergência na Fazenda Santa Tereza, onde o fogo queimou uma casa de moradores e se alastra pela vegetação nativa. Pouco antes, por volta de 13h, o incêndio que há uma semana rompe pelo entorno da serra chegou a 30 metros da sede da Reserva Eliezer Batista, base das operações antifogo.

Lançamento de água

A estrutura montada pelo Governo do Estado, com o apoio do governo federal, centraliza as ações nesta região, situada próxima à divisa de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Os clarões de fogo surgem do nada, às margens dos rios ou na encosta da morraria. Esta segunda-feira amanheceu com o céu coberto pela densa fumaça, prejudicando inclusive a navegação fluvial.

Mesmo com pouca visibilidade, o avião Air Tractor, contratado pelo Governo do Estado, conseguiu realizar seis lançamentos de água, totalizando 12 mil litros, na área crítica – no vale entre as baías Mandiore e Taquaral. Neste ponto, 30 homens abrem uma frente de defesa para impedir a progressão do fogo para a Serra do Amolar e outras duas reservas.Os bombeiros e brigadistas se revezam na formação de uma linha negra (contrafogo) a 10 km do fogo que avança pelo vale da morraria. Esse fogo também se deslocou no sentido Oeste, em direção da Fazenda Santa Tereza, situada na fronteira com a Bolívia. A equipe de bombeiros que se deslocou por terra para a fazenda levaria 40 minutos de barco e andaria 18 km para chegar ao local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Motorista morre ao cair em córrego e ter caminhonete crivada de balas em Campo Grande
Seguindo os passos do avô, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
Candidato a prefeito diz à polícia que carro foi 'peneirado' de tiros
Ladrão é preso minutos depois de cometer assalto no Universitário
Homem é espancado a pauladas e abandonado à própria sorte em Três Lagoas
Acidente entre carro e carreta deixa três mortos na BR-262
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Homem leva golpes de facão na cabeça em Dourados
Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da CoronaVac