Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99820-0742
Set

Caminhoneiro fica 15h refém de bandidos que fogem levando veículo em MS

12 julho 2020 - 08h30Por Midia Max

Um  de 44 anos passou por um susto na última sexta-feira (10) ao ficar cerca de 15 horas refém de bandidos. Ele foi liberado na madrugada deste sábado (11) após os suspeitos fugirem com o caminhão carregado com mais de 30 quilos de algodão. O caso foi registrado em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, por volta das 10h40 de sexta, estava no BR-158, quando parou em um restaurante por motivos pessoais. Neste momento, ele foi abordado por três homens armados, que o jogaram dentro do caminhão. Os bandidos colocaram um saco em sua cabeça, também amarraram os braços e pernas da vítima.

 foi levado para um cativeiro às margens da rodovia, onde ficou por cerca de 15 horas sob mira de armas e ameaças. Depois, os autores – uma mulher e quatro homens -, levaram o veículo com a carga, liberando a vítima por volta das 00h10 deste sábado.

A vítima conseguiu se distanciar do cativeiro e pediu ajuda em um posto de combustíveis nas proximidades.

Após duas horas da vítima liberada, o veículo foi localizado abandonado na mesma rodovia, distante cerca de 30 quilômetro do cativeiro. O caso foi registrado como roubo qualificado,  e cárcere privado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 11 milhões
Produção industrial cresce em 14 locais em junho, diz IBGE
INSS amplia serviço alternativo para receber documentação de segurados
Ipea: consumo aparente de bens industriais cresce 5,2% em junho
Proibido consumo de bebidas em bares e locais públicos de Campo Grande
Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE
Rio testará marcação de lugar na praia por aplicativo
CBF anuncia novas datas de confrontos da 3ª fase da Copa do Brasil
Internacional Covid-19: Nova Zelândia põe maior cidade em lockdown após 102 dias
Senai já entregou mais de 2 mil respiradores recuperados a hospitais