Menu
Busca quinta, 02 de abril de 2020
(67) 99820-0742
Corona

Bolsonaro deve reduzir suspensão de empregos de 4 para 2 meses em nova MP

26 março 2020 - 08h30Por Midiamax

O governo federal deve reduzir de quatro meses para dois meses a possibilidade de suspensão do contrato de trabalho durante o enfrentamento do coronavírus, em uma nova medida provisória (MP) a ser apresentada até amanhã (27), antecipou o jornal O Globo.

Esse tipo de recurso deve ser permitido somente para as empresas que foram obrigadas a fechar por decisão de governos locais. A exceção são as micro e pequenas empresas, que poderão suspender os contratos, mesmo em funcionamento.

A reportagem ainda afirma que, durante o afastamento, os trabalhadores receberão o seguro-desemprego. A MP que trata do assunto vai permitir ainda a redução de jornada e de salário, que pode ser de 25%, 35% e 50% por até três meses.

Neste caso, a União entraria com uma parcela proporcional ao seguro-desemprego para ajudar o empregador a complementar a renda do empregado. A ideia é manter o emprego, mesmo com a redução da remuneração.

O Globo afirma que, segundo estimativas do governo, a proposta beneficiará 11 milhões de trabalhadores, sem distinção de  setores da economia, e que ganha até três salários mínimos. O impacto nas contas públicas poderá chegar a R$ 36 bilhões. O texto da MP estaria sob avaliação do Ministério da Economia e da Casa Civil.

Na última segunda-feira (23), o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) já havia apresentado uma MP polêmica, permitindo a suspensão dos contratos por quatro meses, sem citar formas de compensação financeira para preservar a renda dos empregados. O intuito era minimizar os impactos econômicos da crise causada pela pandemia de coronavírus. Criticada por várias autoridades e setores da sociedade, a MP foi logo revogada por Bolsonaro.

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Com suspensão prorrogada, academias ficam entre manter saúde e "girar máquina"
Covid-19: Governo Federal zera estoque de equipamentos de proteção a profissionais de saúde
Jovem de 21 anos morre em hospital de Dourados com suspeita de coronavírus
Presidente das Filipinas manda “atirar para matar” quem desrespeitar isolamento
Covid-19: governo aprova medidas para área da assistência social
Com tornozeleira em falta, policial da Máfia do Cigarro fica sem monitoramento
Votorantim doa 500 máscaras para Secretaria Municipal de Saúde
Polícia Militar prende homem após assalto no bairro universitário em Corumbá
Polícia Civil descobre central de álcool em gel falsificado em SP
Câmara de Campo Grande aprova R$ 5,2 milhões para entidades; confira lista