Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Prefeito extingue feira noturna da Cohab por falta de segurança

15 fevereiro 2017 - 12h53

Deve ser publicado nesta quarta feira o decreto que extingue a feira noturna do bairro Almirante Tamandaré (Cohab), realizada às quintas-feiras. A alegação do prefeito Carlos Ruso é de que não há segurança para conter a crescente onda de assaltos, roubos e lesões corporais, e que, se os feirantes quiserem, a feira poderá ser feita no período da manhã.

“Nós não temos condições de dar segurança ostensiva para a população, a PM também tem problemas, embora esteja sempre nos apoiando, então, para salvaguardar a comunidade daquela região, o melhor mesmo é parar com a feira e trabalharmos em outra opção”, disse Ruso.

O prefeito chegou a oferecer aos feirantes a possibilidade de realizar a feira na quarta feira pela manhã, na Cohab, mas eles não aceitaram. “Eu também não sou contra ninguém, quem quiser pode trabalhar, mas tem que trabalhar com produtos nossos, dentro da legalidade”, disse, ao afirmar que acha importante a presença dos comerciantes bolivianos em Ladário, desde que, dentro das normas brasileiras.

Como opção, Ruso já disse que tentará fazer um sistema de comodato com um terreno na Cohab. “Lá sim, poderemos fazer outra feira e até outros eventos, será um espaço público, com toda a infraestrutura e segurança”, garantiu.

A administração está com pouco mais de 40 dias e tentando resolver os problemas da cidade dentro de um planejamento básico. A questão do comércio ambulante, passa por esse planejamento, com a criação do Clube dos Empreendedores, pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

A intenção da administração pública é de oferecer opções para os moradores de Ladário, como uma feira mensal de arte, artesanato e culinária. “Mas, tudo tem que ser feito de forma planejada, ordeira e segura, para que todos ganhem e todos estejam satisfeitos realmente”, finalizou Carlos Ruso.   (Assessoria de Imprensa PML)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Universidade oferece tratamento gratuito a pacientes com sequelas da covid-19
Reme ainda não tem prazo para retorno das aulas presenciais
Jovem de 22 anos perde controle de moto e morre na Salgado Filho
Bandidos não perdoam nem cavalos em Corumbá
Caminhoneiro de Dourados capota e morre na serra de Maracaju
AGU cobra na Justiça R$ 893 milhões de desmatadores da Amazônia
Ocupação de UTIs tem risco baixo em 17 estados e crítico no Rio e GO
Focos de calor no Tocantins seguem padrão do clima, diz Defesa Civil
SP fecha último hospital de campanha para tratamento de covid-19
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas